EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

11 de Dezembro de 2019

Ex-delegado seccional Paulo Felipe morre aos 82 anos em Santos

O velório acontece a partir das 11 horas na Memorial Necrópole Ecumênica, onde o corpo será cremado às 15 horas

O delegado de polícia aposentado Paulo Fernando Felipe, de 82 anos, faleceu na madrugada desta quinta-feira (21), na Casa de Saúde de Santos, onde estava internado há três semanas.

O velório acontece a partir das 11 horas na Memorial Necrópole Ecumênica, onde o corpo será cremado às 15 horas. Ex-delegado seccional de Santos na década de 90, Paulo Felipe deixa dois filhos.

Ele também chefiou outras unidades da Baixada Santista, entre as quais as extintas Cadeia Pública de Santos e Delegacia de Arquivos e Registros Criminais (Darc).

Paulo Felipe integrou a primeira equipe da 5ª Delegacia de Atendimento ao Turista, mais conhecida por Delegacia do Porto. Era o seu titular, quando se aposentou em 2007.

Segundo o amigo e colega Rony da Silva Oliveira, também ex-delegado seccional de Santos, Paulo Felipe foi internado na Casa de Saúde de Santos devido a infecção urinária.

Com o agravamento do quadro clínico, Paulo Felipe foi transferido à Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital. Antes de ser internado, ele já estava debilitado, mas reuniu forças para participar de solenidade no início de outubro.

"Ele estava com dificuldades para se locomover, mas superou os obstáculos e participou de solenidade no Palácio da Polícia, em comemoração ao 50º aniversário da Delegacia Seccional de Santos", lembra Rony Oliveira.

Naquela ocasião foram homenageados os ex-delegados seccionais. De andador, Paulo Felipe não continha a sua alegria e emoção pela lembrança e posou para foto ao lado dos colegas Manoel Luiz Ribeiro Júnior, Rosier Pereira Jorge e Rony Oliveira.

Tudo sobre: