Campanha Papai Noel dos Correios é lançada em Santos; saiba como ajudar

Pedidos de crianças de até 10 anos podem ser atendidos por voluntários

Por: Gabriel Oliveira  -  13/11/18  -  16:07
  Foto: Nirley Sena/A Tribuna

O Papai Noel e a Mamãe Noel fizeram a alegria de crianças do Projeto Tia Egle, no lançamento da 29ª edição da campanha Papai Noel dos Correios em Santos, nesta terça-feira (13). Cartinhas com pedidos de presentes já podem ser adotadas desde segunda-feira (12) em unidades da estatal nas nove cidades da Baixada Santista.


O projeto funciona assim: uma criança de até 10 anos pede o presente em uma carta manuscrita enderaçada ao Bom Velhinho e qualquer cidadão pode atender o pedido, com serviço de entrega gratuito da empresa.


"Nós cadastramos as cartas em um sistema e toda a sociedade pode participar com a gente. Os interessados vão nos pontos de adoção, leem as cartinhas, adotam aquela com a qual se sentir sensibilizado, compram o presente e voltam na agência dos Correios com o presente embalado. Nós vamos etiquetar e entregar na casa da criança", explica a coordenadora estadual da campanha, Marta Maria Manassero.


Os voluntários podem adotar as cartas até 14 de dezembro e entregar os pedidos até o dia 17. Confira as unidades participantes do projeto no fim da matéria.


Chegada do Papai Noel a agência dos Correios fez a alegria da criançada
Chegada do Papai Noel a agência dos Correios fez a alegria da criançada   Foto: Nirley Sena/A Tribuna

Nesta terça-feira, a agência do Centro de Santos dos Correios recebeu as crianças atendidas no Projeto Tia Egle, na Zona Noroeste, para um esperado encontro com o Papai Noel, que chegou acompanhado da Mamãe Noel.


"Foi a primeira vez que eu falei com o Papai Noel. Muito legal", vibrou Ayná Prado Pereira, de 7 anos. "Eu pedi os instrumentos da Barbie".


O pequeno Isaque Santos, de 4 anos, pediu uma chuteira e alguns bonecos de super-heróis famosos. "Gostei muito de falar com ele".


Para Rayany Vitoria, de 6 anos, o Bom Velhinho perguntou se ela estava indo bem na escola para merecer o presente de Natal. "Eu disse que sim", relatou. "Eu pedi uma boneca Barbie com acessórios".


Cartinhas entregues pela criançada do projeto social se juntarão a outras milhares esperadas na campanha deste ano. Segundo a coordenadora estadual, não há uma estimativa de pedidos a serem recebidos, mas o objetivo é superar a meta de 60% de cartas atendidas de 2017.


"Apesar de, em alguns casos, a gente não conseguir que a cartinha seja adotada para receber o presente, todas recebem carta do Papai Noel de resposta", adianta Marta.


O maior símbolo natalino comemorou o contato com as crianças. "É o maior presente para o Papai Noel", crava. "Faz com que elas mantenham vivo dentro deles o espírito do Natal".


Entenda a campanha


- Como pedir: crianças de até 10 anos devem escrever a mão uma carta com o pedido, endereçada ao Papai Noel, e entregá-la em uma agência dos Correios ou depositá-la em uma caixa de coleta.


- Como ajudar: qualquer cidadão pode ir a uma unidade que seja ponto de adoção e escolher uma ou mais cartinhas para dar o presente requisitado. Depois, é só levar o presente à unidade determinada que os Correios irão entregá-lo para quem pediu.


Pontos de adoção


- Bertioga: Rua Dezenove de Maio, 455, Centro.
- Cubatão: Av. Nove de Abril, 3.488, Vila Nova.
- Guarujá: Av. Puglisi, 684, Centro.
- Itanhaém: Rua João Mariano, 115, Centro.
- Mongaguá: Av. Marina, 984, Centro.
- Peruíbe: Av. Domingos da Costa Grimaldi, 251, Centro.
- Praia Grande: Av. Presidente Costa e Silva, 913, Boqueirão.
- Santos: Rua Cidade de Toledo, 41, Centro.
- São Vicente: Praça Coronel Lopes, s/nº, Centro.


Prazos


- Para adoção das cartas: até 14 de dezembro.
- Para entrega dos presentes: até 17 de dezembro.


Logo A Tribuna