EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

18 de Janeiro de 2020

Mortes por afogamento em 2018 aumentam em comparação com 2017

Dados levantados pelo Grupamento dos Bombeiros Marítimo (GBMar) mostram que seis pessoas morreram durante Operação Ano Novo 2018

Um levantamento feito pelo Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar) mostra que o número de pessoas que morreram afogadas durante a Operação Ano Novo em 2018 foi maior em relação a 2017. Os dados apontam que seis pessoas morreram no último ano, enquanto que quatro morreram afogadas em 2017.

Além do número de mortes por afogamentos confirmadas, o número de crianças perdidas nas praias da região também aumentou. Na Operação Ano Novo em 2017 registrou 95 crianças perdidas, enquanto que em 2018 o número foi de 128.

Na temporada de verão 2017/2018, 1.900 pessoas foram salvas no mar das cidades da Baixada Santista e 37 morreram, segundo dados do Corpo de Bombeiros.

Dicas de segurança

Em meio a casos de afogamentos durante a temporada de verão, o Corpo de Bombeiros dá dicas a população de como se prevenir.

"O Corpo de Bombeiros se prepara todo o ano para o verão. Contratamos guarda-vidas temporários, além do efetivo, justamente para poder dar segurança para os banhistas. Mas é importante que as pessoas se preocupem, respeitem as orientações dos guarda-vidas, a sinalização das praias. A ingestão de bebidas alcoólicas também deve ser evitada", explica o coordenador operacional do GBMar, Major Ricardo Pellicioni.

Tudo sobre: