Casal em situação de rua faz sexo em plena luz do dia em avenida do Litoral de SP; VÍDEO

A Guarda Civil Municipal atendeu o caso e retirou os dois do lugar

Por: ATribuna.com.br  -  02/04/24  -  19:06
Atualizado em 04/04/24 - 18:51
O momento em que o casal estava no ato sexual no meio da avenida
O momento em que o casal estava no ato sexual no meio da avenida   Foto: Reprodução

O amor de um casal de pessoas em situação de rua se excedeu na manhã desta terça-feira (2) na Avenida Leomil, no bairro Pitangueiras, em Guarujá, e acabou se tornando um verdadeiro atentado ao pudor. Famílias, trabalhadores, idosos e crianças presenciaram a cena de sexo ao ar livre entre os dois, segundo testemunha. (Veja vídeo mais abaixo)


Clique aqui para seguir agora o novo canal de A Tribuna no WhatsApp!


Debaixo de um cobertor azul, o casal foi flagrado em uma atividade sexual em plena via pública por volta das 11 horas, próximo à região central da cidade Uma testemunha - um trabalhador dos entornos - registrou o ocorrido e divulgou nas redes sociais com indignação pelo momento, o que disse ter sido "constrangedor".


“Eu vi os dois chegando. Estavam com um colchão enrolado no carrinho de mercado, que também estava cheio de recicláveis. Eles desenrolaram o colchão no chão, se cobriram com o cobertor e começaram a ter relação ali na frente mesmo”, relatou.


Para o trabalhador, os dois estavam embriagados durante o ato, que durou alguns minutos, até a chegada de uma equipe da Guarda Civil Municipal (GCM). “Nós ligamos, explicamos a situação, eles apareceram lá e tiraram o casal (do lugar). Situação de rua a gente sempre costuma ver, mas essa situação ali foi inacreditável. Absurdo”, observou.


Enquanto o ato acontecia, a testemunha citou ter ficado ainda mais envergonhado e desconfortável devido à presença de mulheres, crianças e idosos passando pela avenida e presenciando a "cena de amor" do casal. Em imagens cedidas pela página Guarujá Mil Grau, é possível ver o momento do ocorrido.



A Prefeitura de Guarujá informou, em nota, que a GCM recebeu a denúncia sobre a ocorrência no canteiro central da Avenida Leomil. Contudo, quando os agentes chegaram ao local, o casal estava dormindo.

A equipe acordou os dois e ofereceu serviços socioassistenciais da rede municipal, porém eles negaram. Na sequência, o casal recolheu os pertences e saiu do local.


Logo A Tribuna
Newsletter