Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Temporal provoca inundações e prejudica o trânsito na Baixada Santista nesta quarta-feira

Vias ficaram tomadas por água em diversos pontos, o que provocou impactos na fluidez do trânsito

Por: Por ATribuna.com.br  -  13/01/21  -  15:34
Maior volume de chuva foi registrado em Santos
Maior volume de chuva foi registrado em Santos   Foto: Carlos Nogueira/AT

O elevado volume de chuva registrado num intervalo de duas horas na manhã desta quarta-feira (13) trouxe transtorno nas cidades da Baixada Santista. Vias ficaram tomadas por água em diversos pontos, o que provocou impactos na fluidez do trânsito. Apesar do aguaceiro, as defesas civis da região afirmam que não houve ocorrências graves.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


De acordo com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), o acumulado superou a marca de 69,9milímetros em apenas seis horas no ponto de medição do Morro da Nova Cintra.


No trânsito, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de Santos informa que a Avenida Nossa Senhora de Fátima ficou alagada em todas as faixas nos dois sentidos.


Rua José de Souza Dantas, no Marapé, também ficou inundada nesta manhã
Rua José de Souza Dantas, no Marapé, também ficou inundada nesta manhã   Foto: Carlos Nogueira/AT

O ponto de maior acúmulo de água ocorreu junto a Rua Particular Ana Santos, no qual a passagem de veículos de passeio ficou impedida. O órgão santista destaca que o desvio do sentido São Vicente/Santos acontece pela Rua Júlia Ferreira de Carvalho e no sentido Santos/São Vicente pelo Jd. Piratininga.


Volume de chuva provocou transtornos em diversos pontos de Santos
Volume de chuva provocou transtornos em diversos pontos de Santos   Foto: Carlos Nogueira/ AT

O aguaceiro também provocou transtornos em São Vicente. Há pontos de alagamento em ruas do Centro, Jóquei Clube, Parque São Vicente, Cidade Náutica, Catiapoã, Jardim Guassu, Vila Fátima e Vila Margarida. A Defesa Civil não registrou ocorrência até o momento.


A Defesa Civil vicentina informa que o índice acumulado de chuvas das últimas 72 horas é de 55,8 mm. O boletim é referente ao volume registrado até às 9h30 desta quarta-feira (13). O nível vigente é de observação.


A Prefeitura de Praia Grande informa, por meio da Defesa Civil, que não houve ocorrências em decorrência da chuva desta madrugada (13). A sinalização viária não apresentou problemas e eventuais pontos de acúmulo de água foram escoados pelo sistema de drenagem municipal.


O órgão informa ainda que equipes estão de prontidão 24 horas por dia acompanhando a incidência das chuvas e pede ainda que a população entre em contato, caso note algum problema neste sentido, através dos telefones 199 e 153.


De acordo com a Defesa Civil de Cubatão, começou a chover no município apenas no início da manhã desta quarta-feira (13). Portanto, não houve ocorrências e significativa informação de acumulado, visto que as precipitações seguem de forma moderada.


Logo A Tribuna