Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

São Paulo adia retorno das aulas presenciais na rede estadual de ensino

O retorno dos alunos aos bancos escolares paulistas foi adiado para 8 de fevereiro

Por: Por ATribuna.com.br  -  22/01/21  -  16:07
Atualizado em 22/01/21 - 16:45
Para 2021, o valor estipulado no projeto é de R$ 525 milhões, que corresponde a 27,09%
Para 2021, o valor estipulado no projeto é de R$ 525 milhões, que corresponde a 27,09%   Foto: Alexsander Ferraz/AT

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou no começo da tarde desta sexta-feira (22),o adiamentodas aulas presenciais na rede estadual. O retorno dos alunos aos bancos escolares paulistas estáprogramadoparao dia 8 de fevereiro.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


A volta estava programada para uma semana antes, no dia 1º de fevereiro.A decisão foi anunciada há pouco, em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), na qual ocorreu a 18ª reclassificação do Plano SP.


LEIA MAIS:


>>Baixada Santista regrede à fase vermelha do Plano SP nesta sexta


>>Baixada Santista regride à fase laranja do Plano SP e terá fase vermelha aos fins de semana


O governador afirmou ainda que a suspensão das aulas presenciais será mantida nas localidades classificadas nas fases laranja ou vermelha – as mais restritivas do Plano São Paulo. Segundo Doria,as medidas foram tomadascom a escalada de novos casos de Covid-19.


O secretário estadual da Educação,RossieliSoares, destacou que, apesar do adiamento, as escolas estarão abertas a partir de 1º de fevereiro. Ele explicou que a medida é para receber os alunos mais vulneráveis.


Na primeira semana, a rede paulista de ensinoserá dedicada para reforçar a formação dos professores e a comunicação com as famílias sobre os protocolos de retorno.A retomada presencial deve acontecer com rodízio de alunos e limite de 35% de ocupação nas escolas.


Logo A Tribuna