Baixada Santista tem 24 mortos e 636 doentes confirmados com coronavírus nas últimas 24 horas

Com isso, a região passou dos 88 mil infectados desde o começo da pandemia

Por: Nathália de Alcantara  -  18/01/21  -  23:20
Só na Baixada Santista nas últimas 24h registramos cerca de 300 novas confirmações de Covid-19
Só na Baixada Santista nas últimas 24h registramos cerca de 300 novas confirmações de Covid-19   Foto: Matheus Tagé/AT

Novos 24 mortos e 636 infectados foram confirmados com coronavírus na Baixada Santista em 24 horas. Com isso, a região passou dos 88 mil infectados desde o começo da pandemia. Outras 2.658 pessoas aguardam resultados de exames, assim como 92 óbitos são investigados.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Só em Guarujá, 13 mortes foram anunciadas, sendo que a doença já matou o total de 546 no Município.


Já em Santos, foram contabilizados cinco óbitos por covid-19. Os casos se referem a quatro mulheres, entre74 e 90 anos de idade, falecidas entre 6 e 17 de janeiro, e um homem, de 81 anos, falecido em 14 de janeiro. Assim, o total de óbitos de residentes em Santos desde o início da pandemia chega a 971.


Cubatão também teve quatro mortes confirmadas e, em Mongaguá, foram duas.


Nesta segunda-feira (18), a Seção de Vigilância Epidemiológica (Seviep) de Santos recebeu
ainda 168 notificações de covid-19 entre munícipes. O número acumulado de casos passou de 32.171 para 32.339. Um total de 29.148 pessoas já se recuperaram da doença desde o início da pandemia.


Nas últimas 24 horas, o número de pessoas com covid-19 internadas na rede hospitalar de Santos aumentou, de 242 para 260 (+7,4%). Destes, 143 são moradores de Santos (55%) e 117 de outras cidades (45%).


Do total de internados, 143 estão em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), voltados aos casos mais graves, sendo 76 moradores de Santos (53,1%) e 67 de outras cidades (45,9%).


A taxa de ocupação geral dos 696 leitos covid-19 disponíveis está em 37%.Entre os 304 leitos de UTI, a ocupação é de 47%. Na rede SUS, a taxa é de 38% e, na rede privada, de 58%.


Logo A Tribuna