Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Baixada Santista já vacinou 11.793 profissionais da saúde com a CoronaVac

Esta semana, a região recebeu 27 mil doses da vacina do Instituto Butantan; ainda não se sabe quando chegará a segunda dose para imunização

Por: Nathália de Alcantara  -  23/01/21  -  00:05
Vacinação iniciou na região em profissionais da saúde
Vacinação iniciou na região em profissionais da saúde   Foto: Divulgação/Prefeitura de Praia Grande

Das 27 mil doses de CoronaVac recebidas na região, pelo menos 11.793 já foram aplicadas em profissionais da saúde das nove cidades. O detalhe é que, por enquanto, ainda não há novidades com relação a quando a segunda dose será entregue à Baixada Santista para que a imunização seja efetiva no combate do coronavírus.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Santos, que recebeu 9.560 doses, já entregou 7.410 vacinas às instituições de saúde, entre hospitais, unidades de pronto atendimento e Samu para que vacinem prioritariamente os profissionais que atuam com os pacientes com covid-19.


Segundo a Prefeitura de Santos, nos próximos dias, as doses continuarão a ser entregues nas clínicas de repouso da cidade.


Já em São Vicente, das 3.880 doses recebidas, 866 já foram aplicadas em profissionais da saúde que estão na linha de frente direta. Na segunda-feira, começa a vacinação nos hospitais restantes, além da Caixa de Saúde e Ambulatório de Especialidades Médicas (AME).


Também a partir de segunda, serão disponibilizadas as doses para as unidades básicas, especializadas e de saúde mental para aplicação nos profissionais que atuam nesses locais. Os indígenas serão vacinados, também na segunda-feira.


Em Praia Grande, foram aplicadas 1.200 das 4.080 doses. Os profissionais da saúde que atuam em Pronto Socorro, Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), Hospital de Campanha e Unidades de Saúde da Família (Usafas).


Guarujá já vacinou 1.080 profissionais de saúde que atuam na linha de frente do combate à pandemia do novo coronavírus. O Município recebeu 4,6 mil doses do imunizante contra a covid-19. A expectativa da Secretaria de Saúde é vacinar cerca de 300 a 400 pessoas todos os dias.


Bertioga aplicou 482 das 840 vacinas recebidas. Mongaguá tem apenas mais 100 doses de CoronaVac, já que vacinou 300 pessoas com as 400 doses.As doses remanescentes serão aplicadas nos profissionais de saúde restantes, além de uma comunidade indígena do Município.


Já Cubatão recebeu 1.600 doses da Secretaria Estadual de Saúde, mas não disse quantos já receberam a primeira dose na Cidade. A Cidade disse apenas que equipes médicas e de enfermagem que atuam na linha de frente do combate à covid-19, além de moradores de asilos, estão sendo imunizados.


Itanhaém aplicou 255 doses das 1,4 mil recebidas. Para o final de semana, está programada a vacinação no Hospital Regional Jorge Rossmmann. Na próxima segunda, será iniciada a vacinação da população indígena, a partir das 9h.


Em Peruíbe, foram 180 profissionais de saúde da linha de frente no combate ao coronavírus e 30 indígenas. A Cidade recebeyu 642 doses.


Segunda dose


Ainda não há novidades com relação a segunda dose. A última informação foi dada pelo próprio governador João Doria (PSDB), em visita a Santos na manhã de quarta-feira.Ele, que veio acompanhar o início da vacinação na região, garantiu a aplicação das duas doses em intervalos de 21 a 28 dias.


Porém, não confirmou o início do calendário para imunização de idosos ou quando as segundas doses serão distribuídas para imunização das pessoas que integram esse primeira etapa de vacinação.


Logo A Tribuna