Artesp diz que ônibus de acidente estava regularizado

Agência confirma que o veículo envolvido no acidente em Campos do Jordão e a empresa estavam regulares; dez pessoas morreram

Por: Da Redação  -  11/06/19  -  11:53
Laudo não está pronto 15 dias após acidente que matou 10 pessoas em Campos do Jordão
Laudo não está pronto 15 dias após acidente que matou 10 pessoas em Campos do Jordão   Foto: Reprodução/ TV Tribuna

A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) informou que a empresa Brasil Santana Transportes e o ônibus (placa MAR 2331 e prefixo 1001), que se envolveu no acidente na rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro, em trecho de serra, em Campos do Jordão, na noite de domingo (9), estão em situação regular. A polícia trabalha para saber o que causou a colisão.


Dez pessoas morreram. Quatro são de Cubatão e quatro de São Vicente. Outras duas seriam de Barueri. No total, 51 ficaram feridos. Pelo menos 49 pessoas participavam da excursão e saíram de Santos, Praia Grande, São Vicente e Cubatão para passar o dia em Campos. O acidente ocorreu entre 21h20 e 21h30, no retorno à região.


Dentre as vítimas, estavam Paulo Cezar Farias Alves, de 20 anos, e a namorada, Milleny Beatriz da Silva Amorim, de 18, que sofreram fraturas na costela e no braço, respectivamente.


“Acordei com o ônibus balançando muito e as pessoas pedindo para o motorista ir com calma, porque o veículo estava descendo a serra em alta velocidade. Depois, só senti a pancada. Protegi minha cabeça e, quando consegui levantar, vi muita gente sangrando”.


Ele diz que retirou a namorada do veículo e voltou para ajudar os demais. “Consegui tirar umas três pessoas. Mas tinha gente presa nas ferragens. Era para ser um dia feliz e aconteceu essa tragédia”.


Segundo informações de testemunhas e da polícia, o coletivo teria perdido o freio, batido e arrastado cinco carros e uma moto e depois capotado.


No início da noite de segunda-feira (10), nove pessoas ainda estavam internadas, sendo três na UTI e seis em observação. Outras 31 que ficaram levemente feridas já tinham recebido alta. Do total, 14 retornaram para suas casas pela Brasil Santana Transportes e o restante, com parentes e amigos.


Mas até que as informações chegassem com precisão, parentes das vítimas passaram por momentos de angústia. Foi o caso de Cintia dos Santos Rodrigues da silva, 24 anos. Os pais dela, Edluzia dos Santos da Silva, 47 anos, e João Carlos Rodrigues da silva, 53 anos, estavam no ônibus. Ela, no entanto, soube da notícia pela internet.


“Vim assim que soube. Quando cheguei minha mãe estava desacordada. Ela está internada, mas está bem”. O pai dela teve alta no início da manhã de ontem. “Ele disse que o motorista tentava frear e não conseguia. Era uma descida e o ônibus estava em alta velocidade. Depois, desmaiou”.


LEIA MAIS


>>> Sobrevivente diz que motorista estava em alta velocidade e na contramão: 'Pedíamos para ele parar'


>>> Horário de retorno da excursão 'salva' casal de acidente com ônibus de Praia Grande


>>> Saiba quem são os 10 mortos em acidente com ônibus de turistas da Baixada Santista


Empresa mostra laudo de vistoria


O advogado da Brasil Santana, Marcelo Cruz, afirmou que o ônibus passou por vistoria na Artesp dia 3 deste mês. “Temos um documento do engenheiro da própria Artesp dando como regular e aprovando todos os itens examinados do veículo, inclusive freios e demais componentes”.


O procedimento tem validade até 3 de dezembro, acrescentou a Agência, que aprovou tanto o veículo quanto a empresa. Cruz afirma ainda que o ônibus também passou por análise da equipe de mecânicos da Brasil Santana Transportes.


“É um veículo próximo ao ano de 2010, com pneus recentemente trocados e todos os itens foram verificados pela equipe de mecânicos que ela possui. Ele foi, na última semana antes da viagem para Campos de Jordão, teve verificados freios e demais componentes e estava tudo ok”.


A empresa tem uma linha para atendimento pelo telefone (13) 99735-1507.


Emergência


A Prefeitura de Cubatão decretou luto oficial de três dias e instalou um gabinete de emergência para dar apoio aos familiares das pessoas das vítimas.


“O serviço social disponibilizou um setor com telefones para dar informações e colocou carros à disposição dos parentes e, se for preciso, haverá um ônibus para atender as famílias”, disse o chefe de Gabinete, César Nascimento.


Quem precisar de informações podem ligar para 3361-8936, 3361-8757, 3372-1162 e 98812-3680.


“Há ainda o apoio psicossocial para as famílias, porque, realmente, é uma tragédia para o Município”, completa a secretária de Saúde, Andrea Pinheiro.


Outra opção é ir à Secretaria (Praça Nivaldo Vicente dos Santos, 41, perto da Praça Portugal).


São Vicente


A Prefeitura de São Vicente também decretou luto de três dias e mantém uma equipe da Secretaria de Assistência Social (Seas) à disposição dos familiares, que podem entrar em contato pelo telefone 3569-2294.


Logo A Tribuna