EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

17 de Agosto de 2019

Funcionários terceirizados da Petrobras protestam em Cubatão

Segundo trabalhadores, empresa foi contratada para realizar uma obra, mas contrato foi rescindido antes mesmo do início

Funcionários de uma empresa terceirizada que prestava serviços para a Petrobras em Cubatão realizaram um protesto na manhã desta quarta-feira (26). De acordo com os trabalhadores, a empresa Master Logic foi contratada para realizar uma obra dentro da Refinaria Presidente Bernardes (RPBC), mas o contrato foi rescindido antes mesmo do início.

Mais de 600 funcionários foram contratados pela empresa para trabalhar na obra, chamada pela categoria de 'parada', que tem como objetivo manter a integridade dos equipamentos, implementar melhorias e otimizar processos produtivos.

"A empresa ganhou o contrato há cerca de um mês, e 650 trabalhadores foram contratados para esse trabalho, que duraria cerca de 30, 45 dias. Mas, antes mesmo do início, ainda na fase de preparo, a Master Logic perdeu o contrato e deixou todo mundo na mão", explicou Ronaldo Queiroz, líder da Comissão dos Desempregados de Cubatão.

Segundo Queiroz, a empresa deixou de pagar o adiantamento salarial, o vale-refeição e outros benefícios prometidos aos contratados.

A Tribuna On-line tentou contato com um representante da empresa Master Logic, mas até a última atualização desta reportagem, não obteve retorno.