EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

10 de Agosto de 2020

Cidades preparam planos para início da retomada econômica na Baixada Santista

Santos deve anunciar detalhes neste domingo (7) e São Vicente a 2ª etapa nesta segunda-feira (8)

Com a Baixada Santista vivendo a expectativa de migrar, na próxima quarta-feira (10), à fase 2 (zona laranja) do Plano São Paulo, as cidades preparam seus planos de retomada das atividades econômicas na quarentena, como determina o Estado. 

O prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), anuncia neste domingo (7) detalhes da flexibilização, como normas, regras e protocolos sanitários, em uma live marcada para as 19 horas nas redes sociais da Prefeitura. A ideia é que a reabertura gradual comece quinta-feira (11).

“Houve um esforço para ampliar o atendimento e garantir a estrutura no combate à doença que deu resultado. Os números atuais permitem iniciar o processo de abertura, com cautela e responsabilidade, retomando a atividade econômica e seguindo protocolos rígidos de controle”, disse, em nota.

Ele frisou que o Município realiza reuniões com diversos setores “para avançar no diálogo e fechar as providências da próxima semana, com bom entendimento”.

Já em São Vicente, que tem parte de seu comércio funcionando desde a última segunda-feira, entra na segunda fase da flexibilização nesta segunda-feira (8). Shopping, centros comerciais, galerias populares ou camelódromos e academias poderão reabrir as portas. O Brisamar já está pronto para receber o público, a partir das 12 horas.

Litoral Sul

Itanhaém informou que seguirá o Plano São Paulo, sem dar detalhes nem datas. Peruíbe também segue na mesma linha. Em nota, o prefeito Luiz Mauricio (PSDB) afirmou manter contato com o Ministério Público para pedir a reconsideração da recomendação que obriga a Cidade a seguir o decreto estadual.

“Também estamos pedindo as providências judiciais cabíveis. Temos convicção que o Estado utiliza, no momento, dados equivocados e está prejudicando a região nessa discussão de retomada. A partir do momento da reclassificação, implantaremos (a flexibilização) dentro da fase reclassificada”.

Cubatão adota rodízio para abrir boxes

Um decreto publicado pela Prefeitura de Cubatão autoriza a retomada gradual da economia segundo critérios da fase laranja, acompanhando a deliberação do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada Santista (Condesb). Com isso, está prevista a reabertura, do comércio varejista e atacadista e galerias, por exemplo.

Decreto publicado pela Prefeitura de Cubatão autoriza a retomada gradual da economia segundo critérios da fase laranja (Foto: Matheus Tagé/AT)

O Shopping da Comunidade poderá funcionar em sistema de rodízio: boxes de número par funcionam em dias pares e os de número ímpar abrem em dias ímpares.

Também poderá abrir as portas o setor de prestação de serviço em geral, exceto hotéis, pousadas, chalés e estabelecimentos do gênero. Cada estabelecimento precisará assinar um termo de compromisso e responsabilidade, obrigando-se a cumprir protocolos, entre eles distanciamento, higiene e sanitização de ambientes.

Bertioga deverá publicar um decreto com alterações e informa que seguirá o Plano São Paulo, conforme definição do Condesb. “A flexibilização será realizada de forma gradual, consciente e responsável”, ressalta, em nota, a Administração.

Guarujá segue na mesma linha e dialoga com entidades que representam o comércio e o empresariado para o planejamento de uma reabertura preliminar e gradual a partir do dia 15.

Praia Grande prepara regras para flexibilização, mas não há data para publicação. Até o momento, somente comércios de serviços essenciais continuaram funcionando. Mongaguá não respondeu até fechamento desta edição.

Tudo sobre: