Baixada Santista tem 172 novos casos de Covid-19 em 24 horas; ocupação de leitos preocupa em Santos

Cidade registra crescimento de 13,7% nas internações por coronavírus em apenas três dias

A Baixada Santista registrou mais 172 confirmações de casos de Covid-19 nas últimas 24 horas – quase a metade em Santos. Também foram duas mortes no período. Com os dados deste domingo (22), a região tem agora 67.255 casos confirmados e 2.350 mortes pela doença. Os recuperados são 54.946. Guarujá, Itanhaém e Peruíbe não atualizaram os dados. 

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal, GloboPlay grátis e descontos em dezenas de lojas, restaurantes e serviços

Em Santos, a escalada das internações por Covid-19 segue em alta. Entre sexta-feira (20) e este domingo,  esse número saltou de 299 para 340 – aumento de 13,7% em apenas três dias. Consequentemente, a taxa de ocupação dos leitos também vem subindo. Em 15 de agosto, o índice estava em 29%. Neste domingo, já era de 57%. 

Diante dessa alta, o secretário de Saúde de Santos, Fábio Ferraz, afirma que o Município já solicitou ao Governo estadual repasse de R$ 13,5 milhões para manutenção do funcionamento do hospital de campanha Vitória. O valor será utilizado para o custeio da unidade com 131 leitos Covid-19, que é de R$ 4,5 milhões por mês.

A ocupação de leitos UTI para Covid-19 também cresce. Na mesma data de agosto, estava em 36%, contra 52% neste domingo. Por isso,  foi pedido ao Ministério da Saúde a liberação de recursos para 123 leitos de UTI, entre os hospitais Santa Casa, Beneficência Portuguesa, Estivadores e Complexo da Zona Noroeste.

“A ideia inicial era de que esses leitos estivessem ativos até dezembro, porém será necessária a prorrogação até o mês março”, diz Ferraz.

Segundo o secretário, o Município também intensificou a fiscalização em bares, casas noturnas, restaurantes para que os protocolos estabelecidos sendo respeitados. 

Tudo sobre: