EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

6 de Dezembro de 2019

Rock dos Mutantes ganha releitura no Sesc Santos

Icônico Jardim Elétrico será debatido nesta quarta-feira e relembrado na quinta-feira

Quem gosta de Mutantes tem uma chance de aprofundar o conhecimento sobre a banda que revolucionou a história da música nacional nos anos 70. O projeto Discos Emblemáticos Brasileiros esmiúça o álbum Jardim Secreto, quarta-feira (20) e quinta-feira (21), no Sesc Santos. Além de um encontro descontraído, o projeto também traz um show com as canções do disco. 

Nesta quarta-feira (20), às 17h30, a DJ Simoníssima conduz um bate-papo com comentários e curiosidades deste trabalho dos Mutantes, lançado em 1971, reproduzindo as músicas e conversando a respeito de cada faixa.

Para complementar, na quinta (21), às 20 horas, ela faz a discotecagem de abertura do show do músico santista Marcos Paulo, que convidou outros artistas para uma releitura do álbum.

Na apresentação, ele divide os vocais com Andressa Vanuci. Também estão no palco Theo Cancello, no teclado, Marcus Wood, na guitarra, Fernando Faustino, na bateria, e Danilo Oliveira, no baixo.

Para o show, os músicos se basearam no disco original, seguindo inclusive a sequência das músicas, que tem como destaque o sucesso Top Top.

“Os fãs dos Mutantes não ficarão decepcionados. Mas, assim como eles faziam, temos arranjos e improvisações para a apresentação”, adianta Marcos Paulo, que trabalhou entre 2000 e 2006 com Sérgio Dias, integrante dos Mutantes.

Ele considera que Jardim Secreto foi um álbum inovador, deixando o Brasil no mesmo patamar das bandas inglesas na produção de rock. “É um disco de vanguarda. Tem claramente a influência lisérgica, inclusive na capa. A banda Mutantes é uma mudança de paradigma da música brasileira, fez história, criou muita tecnologia e foi importante para a formação do rock’n’roll”, pondera Marcos.

Criada em 1966, os Mutantes contavam ainda com Rita Lee e Arnaldo Batista. Também participaram do grupo Liminha e Dinho Leme. A banda terminou em 1978, tendo lançado sete álbuns. Outros dois, gravados nesta época, chegaram a ser lançados nos anos 90.

O workshop com Simoníssima é gratuito e não há necessidade de retirada de convites antecipados. Já para o show, os ingressos custam R$ 9,00 (credencial plena), R$ 15,00 (meia entrada) e R$ 30,00 e estão à venda no site do Sesc Santos ou na bilheteria da unidade (Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida).

Tudo sobre: