EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

1 de Junho de 2020

Unesco vista Santos para preparar Conferência de Cidades Criativas

Comitiva do órgão internacional visita vários equipamentos culturais e educativos que poderão sediar evento que acontece em julho

Até domingo (1º), Santos recebe a visita especial de dois estrangeiros, que vêm com a missão de conhecer os espaços que vão sediar os eventos da 14ª Conferência Anual de Cidades Criativas da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), que acontece entre 13 e 17 de julho.

A diretora do Programa de Redes das Cidades Criativas da Unesco, a italiana Denise Bax, e o diretor de projetos do setor de Cultura da entidade, o chinês Qiabo Ni, foram recebidos, nesta quinta-feira (27), pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa e pelos secretários de Governo, Rogério dos Santos, e de Cultura, Rafael Leal.

“Vamos trabalhar a questão da economia criativa, baseada nas nossas vilas criativas, que é uma referência. As pessoas que vêm do mundo inteiro querem conhecer isso. E vamos mobilizar vários pontos da cidade para o evento.”, afirma o prefeito.

No primeiro dia de visitas, a programação da dupla de representantes do órgão internacional foi intensa, passando por equipamentos do Centro, como a Cadeia Velha, a Casa da Frontaria Azulejada, o Teatro Guarany, os Arcos do Valongo e o Museu Pelé, além da Associação Comercial de Santos.

Na parte da tarde, eles também viram as obras do Centro de Atividades Turísticas (CAT), na Ponta da Praia, o Teatro Municipal Braz Cubas, o Parque Tecnológico, a Humanitária, a Ecofábrica e as vilas criativas da Penha e Vila Nova, que têm foco em cinema, além do Sesc Santos e a Escola Municipal Paulo Gomes Barbosa. 

Comitiva da Unesco chegou em Santos nesta quinta (27) (Foto: Matheus Tagé/AT)

Nesta sexta-feira (28), a comitiva participa de reuniões técnicas para conhecer a estrutura do comitê organizador santista e discutir questões de estrutura, segurança, detalhes de comunicação e a programação do evento. 

No sábado (29), depois de experimentarem uma feijoada tipicamente brasileira, os visitantes devem conhecer o Memorial das Conquistas do Santos Futebol Clube, ir a uma feira de economia criativa, no Parque Roberto Mário Santini, além de ver o Museu do Surf, os jardins da orla, o Cine Arte Posto 4 e a Nova Ponta da Praia. 

Encerrando a visita, no domingo, os representantes da Unesco fazem um City Tour por Santos, que inclui um passeio de bonde e subida ao Monte Serrat. 

“Essa visita técnica é muito importante. A Unesco sempre tem essa oportunidade de compartilhar com a cidade que vai receber a conferência para tratar do conteúdo do evento e verificar todos os equipamentos e logística necessários para a realização”, explica Denise. 

A conferência 

Com o tema "Criatividade como caminho para a igualdade", a conferência vai trazer a Santos representantes de 246 cidades do mundo, que vão trocar experiências e debater sobre o poder da criatividade e da cultura como fator de desenvolvimento social, urbano, econômico e sustentável para redução das desigualdades no mundo.

A reunião entre estes prefeitos membros da rede de Cidades Criativas deve ser um dos primeiros eventos a acontecer no CAT. Uma agenda paralela acontecerá em pontos como Museu Pelé, Arcos do Valongo, Parque Municipal Roberto Mário Santini e Casa da Frontaria Azulejada, onde haverá atividades abertas ao público. 

A programação, que envolve as sete áreas da rede - artesanato e artes populares, artes midiáticas (tecnologia), filme, design, gastronomia, literatura e música -, deve ser validada pela Unesco e a expectativa é de que esteja concluída até maio, mas há previsão de que a Casa da Frontaria Azulejada abrigue o Pavilhão de Artesanato, os Arcos do Valongo, a área destinada à parte gastronômica, e o Teatro Guarany e a Cadeia Velha, a programação de cinema. Aliás, foi por conta deste último tema, ligado ao audiovisual, que a cidade recebeu o selo de cidade criativa em 2015.

Tudo sobre: