'Um Crime Para Dois' diverte com bons diálogos

Produção, que chega ao Netflix nesta sexta-feira (22), tem Kumail Nanjiani e Issae Rae como protagonistas

Um Crime Para Dois (The Loverbirds) é a mais nova produção cinematográfica da Netflix. O longa, que chega nesta sexta-feira (22) à plataforma de streaming, é uma comédia romântica policial protagonizada por Issa Rae (Insecure) e Kumail Nanjiani (Silicon Valley).

Para quem não ligou o nome à pessoa, Kumail Nanjiani foi indicado ao Oscar de 2018 com Doentes de Amor (The Big Sick) por Melhor Roteiro. Além de roteirista, ele protagonizou o longa, que foi inspirado na história de como ele conheceu a própria esposa.

Se em Doentes de Amor, o humor flerta com o drama e o romance em vários momentos, na comédia romântica Um Crime Para Dois está mais para caso de polícia mesmo.

Jibran (Kumail Nanjiani) e Leilani (Issa Rae) formam um casal divertido, mas após quatro anos de relacionamento sentem o desgaste do tempo. Opiniões contrárias sobre reality shows e documentários, por exemplo, rendem discussões sem fim.
Enquanto seguem para uma festa na casa de um amigo, eles decidem terminar a relação. O problema é que a discussão final acontece no carro em movimento. Jibran, então, atropela um ciclista. Ao oferecer socorro à vítima, o ciclista, todo ensanguentado, decide fugir. Posteriormente, um homem se identificando como policial assume a direção do carro e atropela o ciclista novamente. Agora, garantindo que ele estava morto.

O “policial” vai embora. Jibran e Leilani ficam no local do crime. Um outro casal aparece, chama a polícia e incrimina os dois. A partir disso, a dupla precisa fugir, provar a inocência e repensar a relação amorosa deles em meio ao caos.

O roteiro, de Aaron Abrams e Brendan Gall, traz uma história bem construída, cheia de reviravoltas e diálogos divertidos. Em um deles, Leilani reclama que Jibran não gosta de restaurantes. “Você passou várias horas ontem escrevendo uma crítica negativa no Yelp, com seus dedos de mulher branca sobre aquele lugar de tapas em que fomos”, desabafa. “Era muito salgado. Eu não sabia, eu estava sendo ferrado pelo Mar Morto”, rebate Jibran.

Dica importante: não assista ao trailer da Netflix. Ele entrega as melhores cenas do filme. Ver o filme sem o trailer é mais indicado.

Tudo sobre: