Livro discute a 'cultura do ódio' que viraliza nas redes sociais

Fascismo Pandêmico. Como uma ideologia de ódio viraliza? - Um breve ensaio sobre a alma fascistoide, de Alexandre Gossn, foi publicado pela Editora Autografia

Discutir o ódio que viraliza nas redes sociais e o ressurgimento do fascismo. Esta é a proposta do livro Fascismo Pandêmico. Como uma ideologia de ódio viraliza? - Um breve ensaio sobre a alma fascistoide, de Alexandre Gossn, que acaba de ser publicado pela Editora Autografia.

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

O autor faz uma live de lançamento na Baixada Santista durante a Semana de Artes de Cultura Benedicto Calixto, promovida pela Pinacoteca, nesta quinta-feira, às 19h.

Na obra, Gossn, morador de Guarujá, traça um paralelo entre o surgimento do fascismo, nos anos 1920, logo depois da pandemia mundial do século passado, e o período atual, com a covid-19, além de desvendar a essência dos anônimos que espalham o ódio.

Ele defende que o fascismo não existe na mesma dimensão e estridência como no século 20, mas considera que ele não tenha sido plenamente erradicado da humanidade.

A ideia do livro surgiu durante o isolamento. Gossn tinha acabado de concluir seu segundo livro, Cidadelas & Muros: como o ser humano se tornou um animal urbano (que desde o lançamento figura entre os livros mais vendidos na Amazon, na categoria História da Civilização), e pensou em desacelerar e descansar um pouco.

Mas como todas as atividades pararam, ele, que também atua como advogado, se viu com tempo disponível para fazer uma das coisas que mais gosta: pesquisar e escrever. “Vivemos neste período uma polarização enorme, onde as pessoas estão muito radicalizadas em suas preferências políticas e ideológicas, tanto à esquerda quanto à direita. Resolvi me aprofundar no estudo das ideologias, como surgiram e como chegaram até os dias de hoje”, lembra o escritor. Assim, o que era para ser apenas um capítulo, se ampliou e o tema do fascismo ganhou o foco da obra.

Homenagem a Calixto

A live de lançamento na região será transmitida pelo Facebook da Pinacoteca Benedicto Calixto, dentro da programação especial dedicada ao aniversário do pintor, que faria 167 anos amanhã.

A programação do evento começa amanhã, às 15h30, com apresentação do diretor cultural da Fundação Pinacoteca Benedicto Calixto, Eduardo Paulino, que apresenta, no piano, uma composição sua, Alegoria à Música, inspirada num quadro de Calixto. A programação segue até domingo e está disponível no Facebook.

Serviço

Fascismo Pandêmico. Como uma ideologia de ódio viraliza? - Um breve ensaio sobre a alma fascistoide, de Alexandre Gossn;
Editora Autografia;
82 páginas; Preço: R$ 35,00 e R$ 13,00 (e-book)

Tudo sobre: