EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

26 de Junho de 2019

Ex-analista de sistemas ensina como alcançar a realização pessoal

Livro 'Como Desbugar sua Mente?', da santista Elis A. Borsoi, conta o segredo do sucesso

'Como Desbugar sua Mente?' Esta é a questão principal debatida no livro homônimo da capixaba Elis A. Borsoi, que fará uma sessão de autógrafos no dia 25, às 18h30, na Realejo Livros (Av. Mal. Deodoro, 2, Gonzaga, Santos).

Ex-analista de sistemas, Elis mora em Santos desde 1996. Atualmente trabalha como coach e decidiu escrever um livro para compartilhar sua experiência. Na obra 'Inner Dev - Como Desbugar Sua Mente' (Editora Albatroz, 132 páginas, R$ 35,00), ela conta um pouco de sua vida e divide com os leitores seus aprendizados.

“Não tenho pretensão de mudar o mundo. Quero apenas mostrar a você ferramentas e técnicas que podem ser usadas para gerar reflexão e, consequentemente, ações para criar um ambiente mais propício a transformações na sua vida”, avisa a autora, logo no primeiro parágrafo do livro.

Em uma leitura leve, Elis compara o desenvolvimento de um software com o da mente. Usando termos de informática, como 'bugar' (dar erro, travar) e 'looping' (algo repetitivo, uma volta em 360˚), ela analisa os pensamentos.“Quero mostrar que na adversidade vem a mudança”. A música de Pitty, 'Pane no Sistema', é um bom exemplo de como a rotina nos mantém presos. “Use, seja, ouça, diga, tenha, more, gaste e viva”, diz um trecho da canção da baiana. O que Elis mostra em seu livro e suas aulas de coaching é justamente como livrar as mentes desse sistema obrigatório para que, assim, as pessoas encontrem um propósito na vida.

Existem cinco etapas necessárias para libertar a mente do ciclo vicioso, segundo ela: “Sonhar, Investigar, Desenvolver, realizar e acompanhar”, explica Elis, que também passou por esse processo de transformação antes de virar coach. É com seu método 'Inner Dev' (Desenvolvimento Interior) que ela ensina as pessoas a encontrar as pequenas travas da mente, levando-as a essa vivência onde existe certa segurança, mas não há paixão nem autorrealização.

"O 'Inner Dev' trabalha o presente, futuro e, além disso, volta ao passado da pessoa para descobrir aonde surgiram os 'loopings' e 'bugs'”, define Elis.“O livro é a maneira que encontrei para deixar um legado e mostrar para as pessoas a importância de se ter uma vida com autorrealização e significado”.