Editoras se organizam para dar descontos e disponibilizar clássicos da literatura durante quarentena

Campanha Juntos pelos Livros pretende chamar a atenção da população para o ato de ler neste momento de isolamento devido ao coronavírus

Com livrarias e bibliotecas fechadas, o caminho para quem quer aproveitar uma boa leitura passa pela internet – seja para comprar um livro físico ou uma edição digital. E em tempo de pandemia, há muitas facilidades para estimular os leitores, que vão desde bons descontos até livros gratuitos.

Cerca de 100 editoras de pequeno e médio portes se uniram na Campanha Juntos pelos Livros, numa ação que pretende chamar a atenção da população para o ato de ler neste momento de isolamento.

“Essa campanha começou com uma série de acontecimentos, já no início do ano, quando discutíamos perder a compra governamental, mas teve outro desdobramento com esta situação”, explica Paulo Tadeu Vieira, proprietário da Matrix Editora, que foi responsável por criar as peças publicitárias que estão sendo divulgadas em redes sociais, entre elas o meme em que se lê “Desculpe, Netflix. Se é para ficar em casa, eu prefiro livros”.

Ele conta que, individualmente, as editoras estão trabalhando estratégias individuais, como a de descontos neste período e até oferecendo livros digitais gratuitos. 

“Algumas livrarias já pediram prorrogação de pagamento. Entendemos isso neste momento em que todas estão fechando, mas é uma situação que nos deixa apreensivos. Por conta disso, as editoras estão tentando gerar movimento em seus sites, estimulando a compra online”, afirma. 

Na Matrix, por exemplo, todos os livros estão com 40% de desconto e o livro digital As 100 melhores piadas de todos os tempos vai estar disponível para download gratuitamente. 

A L&PM Editores está com um ebook grátis a cada dia, além de oferecer todos os livros digitais do catálogo com 30% de desconto até dia 31. A promoção pode ser acessada pelo site da L&PM ou diretamente nas lojas parceiras (Amazon, Google Play, Kobo e Apple Books). 

Até quarta-feira (25), a Editora Nova Fronteira também dá dois livros A Arte da Guerra, de Su Tzu, e Contos de terror, de mistério e de morte, de Edgar Allan Poe. As publicações podem ser baixadas pelo link da editora.

A Companhia das Letras também liberou dez títulos de ebooks que podem ser baixados gratuitamente até dia 6 de abril em suas lojas parceiras: O Jardim Secreto, de Frances Hodgson Burnett, Luzes de emergência se acenderão automaticamente, de Luisa Geisler, Memórias póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis, Nada me faltará, de Lourenço Mutarelli, A noite da espera, de Milton Hatoum, Reinações de Narizinho, de Monteiro Lobato, Vamos dar a volta ao Mundo, de Marina Klink, Verissimas, de Luis Fernando Verissímo, Viagem ao centro da terra, de Júlio Verne e O Vilarejo, de Raphael Montes.

Iniciativa regional

A escritora santista Lúcia Teixeira, em conjunto com a Editora Unisanta, também vai oferecer gratuitamente o conteúdo do seu livro infantil O Segredo da Longa Vida.

“Neste período em que as crianças ficam mais tempo em casa, pensei em auxiliar de forma que elas pudessem ter acesso a uma história que mistura a vida real e fantasia em um momento em que nós precisamos muito da fantasia para poder preencher a cabeça”, diz Lúcia.

A livraria Realejo dispensou todos os funcionários e mantém as portas fechadas até o dia 7 de abril. Mas para não deixar os clientes na mão neste período de reclusão, o livreiro José Luiz Tahan sugere leituras em suas redes sociais e se encarrega de fazer as entregas das encomendas de livros. 

“Sinto que não devo interromper o trabalho sob risco de não suportarmos esse período da pandemia. Em frente, obrigado pelo apoio”, diz ele na página da livraria.

Tudo sobre: