Logo A Tribuna

Curta de animação qualificado para o Oscar 2021 é lançado gratuitamente em rede social

'Umbrella' estreia nesta quinta-feira (7), no Youtube, e fica disponível até o dia 21

Por: Por ATribuna.com.br  -  06/01/21  -  07:03
Curta de animação fica disponível entre 7 e 21 de janeiro, no Youtube
Curta de animação fica disponível entre 7 e 21 de janeiro, no Youtube   Foto: Divulgação

Com estreia gratuita prevista para esta quinta-feira (7), às 12h no Youtube, 'Umbrella', que tem direção de Helena Hilario e Mario Pece, é o primeiro curta nacional de animação a entrar na corrida pelo Oscar. Criado pelo estúdio criativo independente Stratostorm, o filme traz em sua narrativa a mensagem de empatia com a história e memórias afetivas de Joseph, um menino que vive em um orfanato. A produção fica disponível na plataforma até dia 21 de janeiro.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


“Criamos um curta metragem sem diálogos, pois queríamos que a mensagem fosse universal, e que as emoções e reflexões ecoassem pela própria narrativa, pela animação e música”, comenta Helena. “Após a qualificação do Umbrella, optamos por divulgar o filme na plataforma livre do Youtube. Queremos que o público assista e compartilhe essa linda história para apoiar o cinema nacional independente”, complementa.


O curta


Inspirado em uma situação vivenciada pela irmã da diretora, o filme já tinha feito história no audiovisual do país ao ser selecionado em 19 festivais que qualificam para a disputa por um lugar na Academia, entre eles o Tribeca, Cinequest, Chicago International Film Festival, Calgary International Film Festival, Animayo, e outros. O projeto foi escrito em dezembro de 2011 e ganhou vida e carreira em 2019.


Helena Hilario e Mário Pece são os diretores de 'Umbrella'
Helena Hilario e Mário Pece são os diretores de 'Umbrella'   Foto: Divulgação

“Escrevemos um roteiro com um storytelling voltado para um curta-metragem. Nosso sonho e objetivo era fazer um curta de animação e representar um momento triste em forma de arte. Nos inspiramos em um evento real para criar uma história bonita e delicada. E assim entendemos que não podemos julgar as pessoas sem saber o que tem por trás daquela vivência. Todo mundo passa por situações que nem imaginamos, por isso devemos ser gentis uns com os outros”, comenta Helena. “Por isso pensamos em trazer a empatia e a esperança para essa narrativa. Algo que precisamos cada vez mais e mais”, complementa.


Logo A Tribuna