Crítica: Crônicas de Natal 2

Após 30 anos dos clássicos dos anos 1990, filme se torna o favorito desta época de festas

Nos anos 1990, Esqueceram de Mim (1990) e Esqueceram de Mim 2 - Perdido em Nova Iorque (1992) foram dois dos filmes mais marcantes de Natal. Não importa a idade, você certamente assistiu Macaulay Culkin preparando armadilhas para caçar os ladrões que tentavam invadir sua casa, enquanto os pais viajavam com o restante dos parentes. Sucesso nos cinemas e na Sessão da Tarde global, os filmes seguem vivos na memória.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal, GloboPlay grátis e descontos em dezenas de lojas, restaurantes e serviços!

Agora, 30 anos depois, Crônicas de Natal, da Netflix, se consolida como o filme favorito das festas de fim de ano. O segundo longa da franquia chegou ontem ao Netflix, dois anos após a estreia do primeiro. E o curioso é que Esqueceram de Mim e Crônicas de Natal foram dirigidos pela mesma pessoa, o incrível Chris Columbus.

Antes que reclamem, não estou comparando as duas franquias. São épocas diferentes, enredos distintos, mas ambos muito bem dirigidos por Columbus. Nenhuma novidade, claro.

No primeiro filme, os irmãos Kate (Darby Camp) e Teddy Pierce (Judah Lewis), determinados a flagrar o Papai Noel (Kurt Russell), decidem ligar uma câmera na noite de Natal, bem próximo da árvore. No entanto, a armadilha coloca os dois numa jornada inimaginável. 

Após espiar a chegada do Papai Noel, a dupla se esconde no seu trenó, causa um acidente e põe em risco o Natal de milhares de crianças. A saída deles é virar a noite trabalhando duro com o Papai Noel e seus elfos para salvar o Natal antes que seja tarde demais.

O segundo filme consegue aproveitar um novo momento na vida dos irmãos para resgatar o Papai Noel para uma segunda aventura.

Tal como na cronologia da franquia, dois anos se passaram desde a jornada deles ao lado do bom velhinho. Com o elenco do primeiro longa de volta, Kate e Teddy estão em momentos diferentes. O irmão está mais maduro e deixou de ser um ladrão de carros, enquanto a irmã não é mais uma criança deslumbrada. Está na adolescência e impaciente com tudo e todos.

Para complicar, Kate também não está nem um pouco feliz por passar as festas de fim de ano em Cancún, longe dos amigos. Ela não consegue nem esconder que não aceita o novo namorado da mãe, que viajou acompanhado do filho dele, Jack (Jahzir Bruno).

Sem estar disposta a aceitar a nova família, Kate decide fugir. Entretanto, um vilão misterioso aparece e pode colocar o Natal de outras milhares de criança em risco. Para evitar que isso aconteça, Kate e Jack precisam enfrentar mais uma grande jornada com o Papai Noel.

Se já não bastasse o elenco divertido e funcional, o segundo filme também traz a participação de Goldie Hawn.

Crônicas de Natal pode até não ter o mesmo apelo ou popularidade que Esqueceram de Mim, mas certamente já é o favorito entre os filmes de Natal na atualidade. Assista!

Tudo sobre: