EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

28 de Fevereiro de 2020

Companhias voltam do Festival de Joinville com vários prêmios

Bailarinos se destacaram em festival

Depois de 12 dias de muita dedicação, paixão e dança, o Festival de Joinville 2019, um dos mais tradicionais do País, terminou no domingo, com um saldo bem positivo para a Baixada Santista. Dezesseis companhias da região estavam lá, participando das competições e das apresentações sem premiação.

Na área competitiva havia duas categorias: Meia Ponta, equivalente a infantil, e Mostra Competitiva, categoria que avalia dançarinos a partir de 13 anos.

Entre os destaques da região figuraram o Balé da Cidade de Santos, junto como Corpo de Baile Infantil da Escola de Bailado Municipal de Santos (EBMS), além do Balé Jovem de São Vicente e a Companhia Arabesque de Cubatão.

O Balé Jovem de São Vicente conquistou o primeiro lugar com a solista Alice Balboni, e dois troféus de segundo lugar com Andrey Jesus. Na Meia Ponta, conquistaram ouro em Conjunto Neo Clássico Infantil e uma prata no Balé Clássico de Repertório. Já a solista Alicia Silvano levou uma prata e um bronze.

Para Sabrina Olimpio, uma das diretoras e coreógrafas do Balé Jovem, é uma grande emoção. “Muitas pessoas sonham só conseguir pisar no palco do festival. Para os bailarinos e todos os envolvidos, levar os troféus para casa é uma grande conquista”.

A diretora artística da Cia de Dança de Cubatão, Vanessa Toledo, concorda com Sabrina. “Ser aprovado no Festival de Joinville já é algo muito grandioso, devido à seletiva, que é extremamente rigorosa”. A Cia subiu ao pódio na categoria de Conjunto de Jazz Sênior pelo terceiro ano consecutivo. Desta vez, levaram o terceiro lugar. Foram premiados também com bronze no Duo de Jazz Sênior. “Essa sequência de bons resultados só vem para comprovar a qualidade do nosso trabalho. É uma sensação de dever cumprido”.

Ainda em Cubatão, um dos grandes destaques foi a Companhia Arabesque. A escola levou o primeiro lugar de Jazz Júnior com o solista Daniel Dantas, de 13 anos. E a companhia de dança Aracy de Almeida representou Praia Grande, levando para casa os troféus do Corpo de Baile Infantil.

O Balé da Cidade de Santos, junto como Corpo de Baile Infantil da Escola de Bailado Municipal de Santos (EBMS) foram os destaques santistas. O Balé conquistou o segundo lugar no neoclássico Sênior, com a solista Camilla Póvoas. Já o Corpo de Baile infantil levou o terceiro lugar no neoclássico conjunto. Renata Pacheco, diretora e coreógrafa da EBMS e do Balé da Cidade, ficou orgulhosa com os resultados. “Participação excelente da Baixada Santista. Estamos contentes com a troca de experiência. Foi um festival forte e está todo mundo feliz”.

Tudo sobre: