Baseada em Point Blanc, série Alex Rider é espionagem pura

Nova atração da Amazon Prime foi produzida com base no segundo romance da franquia literária de Anthony Horowitz

A chegada da Disney+ ao Brasil, na última terça-feira (17), colocou ainda mais fogo na disputa pelo topo das plataformas de streaming.  A Netflix se mantém firme e forte na liderança mundial, mas sabe que tem uma concorrente de peso. 

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal, GloboPlay grátis e descontos em dezenas de lojas, restaurantes e serviços!

A Amazon Prime Video, que oferece a mensalidade mais barata das três, não deixa por menos. Segue fortalecendo sua base. E a prova mais recente disso é a série Alex Rider, produção de espionagem baseada em Point Blanc, segundo romance da franquia literária de Anthony Horowitz.

Produzida pela Eleventh Hour Films e Sony Pictures Television, que também é a distribuidora mundial, a série conta com Otto Farrant como Alex Rider, um adolescente de Londres que, sem saber, foi treinado desde a infância para fazer parte do perigoso mundo da espionagem. 

Pressionado para ajudar a investigar a morte de seu tio e como ela se conecta ao assassinato de dois bilionários de alto nível, Alex relutantemente assume uma nova identidade e se disfarça em um internato remoto chamado Point Blanc. Isolado bem acima da linha da neve nos Alpes franceses, Point Blanc afirma colocar os filhos adolescentes problemáticos dos ultra-ricos de volta no caminho certo. 

À medida que Alex se aprofunda em sua investigação, descobre que os estudantes são, de fato, objetos de um plano horrível que ele terá que arriscar a vida para parar.

A série vai funcionar muito bem para os fãs de Kingsman, franquia de filmes baseada na série de quadrinhos de Dave Gibbons e Mark Millar. Tem muitas cenas de perseguição, lutas e um enredo que se desenvolve muito bem.

Não desanime se o primeiro episódio não empolgar muito. O que vem na sequência certamente vai prender sua atenção até o fim. É série para ver junto com a família.

São oito episódios com duração média de 45 minutos. E ainda tem como extra uma trilha sonora muito apropriada, com Jake Bugg, Cage the Elephant, The Vaccines, IDLES, entre outras gratas revelações do cenário britânico.

Em tempo, vale destacar que a segunda temporada já está confirmada. Deve iniciar as gravações entre fevereiro e março, conforme antecipado pelo site Cine Pop.

Tudo sobre: