Atitude 67 segue a todo vapor com lançamento do primeiro EP

As quatro faixas de "Atitude no Rolê" são um convite para pegar a mochila e conhecer novos lugares

O grupo Atitude 67 deu o pontapé inicial para o projeto Atitude no Rolê, composto em três volumes. O primeiro já está disponível em todas as plataformas digitais. Os outros dois chegam em 2021. As quatro faixas do primeiro EP são um convite para pegar a mochila e conhecer novos lugares. 

Clique e Assine A Tribuna por R$ 1,90 e ganhe acesso ao Portal, GloboPlay grátis e descontos em lojas, restaurantes e serviços!

O conjunto formado por seis amigos do Mato Grosso do Sul – Pedrinho Pimenta (vocal), Éric Polizér (violão e vocal), Karan Cavallero (pandeiro e vocal), GP (rebolo), Leandro Osmar (reco reco) e Regê (surdo) – gravou os clipes pelas orlas do Rio de Janeiro e Salvador, que representam bem o clima que a banda quer transmitir. E ainda há a participação especial da cantora Ivete Sangalo. 

Começando o disco, o grupo fez do Castelo Garcia D'avilla, na Praia do Forte, em Salvador, o seu palco para cantar a faixa romântica e envolvente Vou Revelar. “Essa canção foi escrita ainda na adolescência. Eu estava navegando pelos perfis da rede social de um amigo quando encontrei uma menina que me chamou atenção. Ela tinha um sorriso lindo e um olhar que mexeu comigo”, conta Éric. “Isso foi a inspiração para eu chegar em casa e passar a noite fazendo um som para contar essa história”.

A banda escolheu essa faixa por sempre ser a mais pedida nas rodas de violão com os amigos, além de acreditarem que as músicas que contam histórias e sentimentos verdadeiros são, de certa forma, atemporais. “Tudo tem o seu tempo, a sua hora, e parece que a hora dela enfim chegou e da melhor forma”, pontua Éric. 

Com Ivete Sangalo

Ivete Sangalo também entrou na onda dos meninos do Atitude 67, participou da faixa Chega Diferente. Assim como no nome, a letra traz características apaixonantes de uma moça que sabe chegar e encantar. 

“Às vezes nem acredito que realmente aconteceu, nós gravamos com a Veveta. Uma música nossa que ela ouviu, curtiu e escolheu a dedo para cantar. É incrível gravar com um ídolo. Ainda mais com uma artista que é uma das grandes referências para nossa formação musical”, comenta o vocalista. 

Ainda há no repertório Seu Leblon, onde o nome já explica onde a canção foi gravada. “Essa faixa traz muitos detalhes do Rio de Janeiro, dessa cidade que a gente ama e sempre que visitamos é uma experiência diferente e incrível”, comenta Leandro Osmar. 

Para finalizar, a última música é Putz, que Leandrinho confessa que compor foi engraçado. “Essa é de uma história que a gente viveu. Quando começamos a contar a situação, colocar na roda, eu, Pedrinho e Eric, os três já tinham passado pela situação da letra”, explica. “Nós ficamos muito felizes com o resultado e acreditamos muito nessa música, nesse projeto e esperamos que todos vocês apreciem sem moderação”. 

A banda ainda adianta que o ano de 2021 será repleto de novidades e novos hits para os fãs. 

Tudo sobre: