Ana Clara se revela e já é uma das vozes mais festejadas no samba

Com 13 anos de estrada, cantora lança singles e prepara gravação do primeiro DVD

Aos 26 anos, a catarinense Ana Clara é uma das vozes mais festejadas pelos apaixonados por samba. Desde que lançou o EP de estreia, A Gente Sempre Ganha, em 2018, ela vem conquistando cada vez mais o público e veteranos do gênero. Agora, ela prepara o lançamento do seu primeiro DVD, que está sendo antecipado com seis singles, dentro do projeto Bate Bola.

Quando Fiz Amor Com Você e Se é Saudade ou Amor foram as duas faixas divulgadas até aqui. Nas próximas semanas, mais quatro canções serão reveladas, semanalmente, toda quinta-feira. Nesta quinta (28) sai o terceiro single nas plataformas de streaming.

O que chama atenção é a forma como elas estão sendo apresentadas, na voz e violão. O samba de Ana Clara se aproxima mais da MPB nesse formato. Segundo a cantora, que conversou com A Tribuna por telefone, é um aquecimento para a gravação do DVD.

“Pensamos em fazer voz e violão para as pessoas entenderem a letra. Quero ver o público cantando junto na hora do DVD. É um projeto que mostrará mais a minha personalidade, além das minhas raízes dentro do samba”. 

O DVD seria gravado ao vivo, com público e tudo, em abril, mas foi adiado por conta do fechamento das casas de shows em função da pandemia do novo coronavírus. Mas Ana Clara está confiante que conseguirá gravar em breve.

“Estamos acompanhando e esperando informações concretas para seguir com o nosso planejamento. O Bate Bola é uma forma que encontramos de já preparar o público, deixar mais familiarizado com as músicas”. 

Sem dar muitas pistas sobre a gravação do DVD, Ana Clara comenta que terá regravações e canções inéditas no repertório. Participações especiais também são esperadas. Vale lembrar que, anteriormente, ela já gravou com Alcione, Atitude 67 e Alexandre Pires.

Pires, por sinal, deu uma canja com Ana Clara na live que a cantora promoveu no fim de abril, no seu canal do YouTube.
Questionada sobre como vê o cenário para os artistas em meio à pandemia, a cantora catarinense tenta ser otimista. “A pandemia é passageira, algo muito ruim, mas que esperamos que acabe logo. E, acabando, os shows retornam e estaremos próximos do nosso público”.

Nascida em Joinville, Santa Catarina, Ana Clara já tem 13 anos de carreira, apesar da pouca idade. Em agosto de 2018, lançou seu EP de estreia, A Gente Sempre Ganha, com cinco faixas, que contou com as participações especiais da cantora Alcione e do grupo Atitude 67. 

Em dueto com a veterana sambista, Ana Clara regravou o clássico Não Deixe o Samba Morrer, imortalizado na voz da Marrom. A jovem sambista também interpretou outro grande hit do samba, Verdade, que atravessou gerações na voz de Zeca Pagodinho.

Tudo sobre: