EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

18 de Junho de 2019

Júlia & Rafaela falam sobre 'feminejo' e carreira na adolescência: ‘O céu é o limite’

Aos 17 anos, gêmeas mato-grossenses trazem sertanejo romântico em novo projeto

O novo sucesso do sertanejo veio em dose dupla. As gêmeas Júlia & Rafaela, de 17 anos, vêm ganhando as paradas de sucesso brasileiras com um “modão” feminino. Após o lançamento do novo single ‘Cancela Essa Briga’ nas rádios, realizado na última segunda-feira (3), as cantoras falaram sobre a carreira, amadurecimento e histórias no mundo sertanejo em entrevista a A Tribuna On-Line.

Nascidas em Campo Verde, no Mato Grosso, a dupla começou a chamar atenção já aos 13 anos, com a criação de um canal para o Youtube, no qual gravavam covers de sucessos da música sertaneja como Jorge & Mateus, Henrique & Juliano e demais duplas.
 
Os vídeos chegaram a atingir mais de 500 mil visualizações, mas foi a música 'Paredes Pintadas' que levou a dupla aos holofotes após ultrapassar a marca de 5.300 milhões de visualizações na plataforma de vídeo.

Mas o momento em que notaram a possibilidade de se tornarem uma dupla feminina veio com a ascensão das cantoras Maiara & Maraísa, que mostraram para as gêmeas o trabalho de uma segunda voz feminina no sertanejo. Entretanto, as músicas que falam sobre traição não são as favoritas da dupla. 

“Quando a gente começou, vimos que as mulheres cantavam muito ‘chifre’ porque é algo que boa parte enfrenta. Mas o que nós gostamos mesmo são das românticas”, explica Rafaela. 

Histórias

Irmãs deixaram rotina na fazenda em Mato Grosso para trilhar carreira na música sertaneja (Foto: Reprodução/ Instagram)

As raízes do sertanejo estão intimamente ligadas com o estilo de vida levado no estado do Centro-Oeste. Criadas em uma fazenda, as meninas tiveram o primeiro contato com a música por influência familiar, aos 5 anos. “Quando íamos levar o gado com o nosso pai ele sempre ouvia músicas de nomes como Gino e Geno e outras duplas. Então cantávamos sempre a mesma música”, lembra Júlia.

Após o sucesso, a dupla deixou suas origens e passou a viver no Paraná. A rotina de shows e a nova fase de divulgar o terceiro projeto fez com que deixassem a família para se aventurar em outro estado. “A gente fica com saudade de casa, né? Já chegamos a passar três meses longe dos nossos pais e quando vemos só conseguimos passar uma semana. Aprendemos a cozinhar e pagamos nossas contas, mas é muito difícil passar a adolescência longe deles”, comenta Rafaela.

Novos planos 

Dupla comenta o amadurecimento nas letras de música e sobre a preferência do estilo romântico (Foto: Reprodução/ Facebook)

O terceiro projeto da dupla 'Descobrir' será lançado de maneira diferente. O lançamento dos dez videoclipes das gêmeas acontecerá junto com uma websérie no YouTube. A cada música lançada, um episódio contando a história da dupla será disponibilizado para os fãs. “Muitas pessoas sabem nossas músicas, mas não conhecem nossa história”, explica Júlia.

O receio de estar em frente às câmeras precisou ser superado pelas irmãs que aprenderam a gravar stories no Instagram e a interagir mais nas redes sociais. “É engraçado que no começo a gente tinha vergonha de gravar na frente das outras pessoas, mas a gente vai se acostumando e perdendo essa desconfiança”, brinca Júlia.