O que bombou na coquetelaria de 2020 e uma receita de drinque na jarra para o Ano Novo

A tendência dos drinques em latinha e garrafinha se confirmou

Em um ano tão difícil, tantas perdas e danos na vida de todos nós que confesso que foi difícil escrever um texto leve. Vamos focar em coisas boas, uma retrospectiva rápida por 2020. 

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços! 

Nessa coluna tivemos a história do Zé das Batidas, chás na coquetelaria, dicas de como montar um bar em casa, o prédio da baleia onde hoje está o Moby Dick, clássicos da coquetelaria brasileira, a história do Rabo de Galo, a evolução do Moscow Mule.

A tendência que se iniciou em dezembro de 2019 e informada aqui, se confirmou esse ano. O lançamento da Skol Beats GT deu tão certo que a Coca-Cola entrou na brincadeira, comprou uma fábrica no México e lançou seu primeiro produto alcoólico no Brasil o Topo Chico. Em 2021 você vai ouvir falar muito em hard seltzers, bebidas gaseificada com álcool.

Um ano onde nos reinventamos, nos adaptamos e vivemos a frase já enjoativa, “o novo normal”. Novas maneiras de nos conectar com o outro, comemorar, festejar e brindar, em 2020 o trabalho, as reuniões, aniversários, chás de bebê, aulas e todas as reuniões sociais ficaram nos quadradinhos de nossos computadores e smartphones.

Aproveitando que nessa época do ano espumantes, licores e vinhos invadem nossa casa nas sacolas de mercado, toalhas com motivos natalinos já estão lavadas, a casa toda enfeitada com bonequinhos do velhinho simpático de bochechas rosadas e as cores vermelho, verde e preto estão predominando na casa, aquela luta para desembaraçar o pisca-pisca já foi vencida e as luzes, enfeites e aquele banquete que vai durar até dia dois de janeiro, já está sendo planejado com as dicas da Fernanda Lopes.

E você, já pensou em servir coquetéis em jarra? É uma boa opção para festas em geral, você prepara tudo diretamente na jarra e cada convidado se serve o quanto quiser. As opções são inumeráveis da Caipirinha ao Clericot.

Já guarde essa dica, você pode usar copos descartáveis para fazer gelos maiores para usar em suas jarras.

Resgatando uma receita lá de 2013, Clericot Boa Mesa:
Ingredientes: 750ml de vinho rosé; 100ml de suco de laranja; 100ml de licor de laranja; 200ml de água saborizada sabor maçã (pode ser substituída por refrigerante de limão) e mix de frutas (morango, abacaxi, amora, framboesa, laranja e kiwi ou frutas de sua escolha).
Preparo: em uma jarra de 1,5L coloque uma forminha de gelo, as frutas picadas, suco de laranja, o licor e complete com o vinho, mexa e está pronto para servir.Substituindo o vinho rosé por vinho tinto e acrescentando cravos da índia e canela, você terá uma excelente Sangria.

Caipirinha em jarra:
Ingredientes:
1 litro de cachaça de boa qualidade; 300ml de suco de limão; 2 limões fatiados; açúcar a gosto e bastante gelo. 
Preparo: em uma jarra de 1,5L coloque o suco de limão, o açúcar e a cachaça, mexa bem, coloque bastante gelo e finalize com as fatias de limão.

 

Tudo sobre: