Hoje é Dia do Sorvete, então aprenda a preparar essa delícia em casa

Mesmo com clima mais frio, sorvete é sempre uma maravilha

Hoje é dia de comemorar o Dia do Sorvete, essa delícia que é praticamente uma unanimidade no mundo. Apesar de sermos um país quente, somos o 11º em consumo de sorvete no mundo, com 4,74 litros por pessoa/ano. A Zova Zelândia é a primeira, com 26,30 litros, seguida dos Estados Unidos (22,4 litros).

A data instituída em 2002 pela indústria brasileira. No País, há aproximadamente 8 mil empresas nesse setor.

O sorvete surgiu na China há 4 mil anos, quando uma sobremesa à base de leite e arroz foi congelada na neve. Rapidamente, ganhou prestígio, mas apenas entre a nobreza, que podia dispor de leite (então uma mercadoria cara) e tinha como conservar a neve até o verão, valendo-se de câmaras subterrâneas. 

Em sua viagem à China, em 1271, o veneziano Marco Polo teria encontrado grande variedade de cremes congelados de frutas. As receitas vieram em sua bagagem, mas não saíram da Itália até meados do século 16, quando o cozinheiro de Catarina de Médici (1519-1589), introduziu a requintada sobremesa na corte francesa. Em 1670, o siciliano Francisco Procópio abriu em Paris um café que vendia sorvetes – a primeira sorveteria da história.

O sucesso foi tão grande que, seis anos depois, havia mais de 250 fabricantes de sorvete na capital francesa. 
Abaixo damos receitas bem fáceis para você preparar em casa e festejar essa 

SORVETE DE MARACUJÁ

Ingredientes: calda de maracujá: 150 ml de suco de maracujá natural, batido e coado; 1 xícara (chá) de açúcar refinado; 250 ml de suco de maracujá natural com as sementes. Merengue italiano: 3 claras (cerca de 120 g); 1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar granulado; 1/2 xícara (chá) de água. Creme: 3 xícaras (chá) de leite; ¼ xícara (chá) de açúcar refinado; 3 gemas; 4 colheres (sopa) de amido de milho e 100 ml de creme de leite de caixinha. 

Preparo: Calda: em uma panela, coloque todos os ingredientes e leve ao fogo baixo, mexendo de vez em quando até atingir a consistência de uma calda grossa. Reserve. Merengue: bata na batedeira as claras até o ponto de neve. Reserve. Em uma panela, coloque o açúcar granulado e a água, e leve ao fogo mexendo até dissolver totalmente. Depois, sem mexer, cozinhe até obter uma calda em ponto de bala mole (115ºC). Com a batedeira ligada, despeje a calda em fio e continue batendo até esfriar totalmente. Reserve.

Creme: em uma panela, junte o leite e o açúcar, e leve a fogo médio até ferver. Em uma tigela, misture as gemas com o amido e acrescente, aos poucos, metade do leite fervido, mexendo sempre para não empelotar. Mexa bem. Coloque a mistura de volta na panela com o restante do leite e leve ao fogo até engrossar. Retire do fogo e acrescente o creme de leite. Coloque sobre o creme um filme plástico para que não se forme uma película e leve à geladeira para esfriar. Depois de frio acrescente a calda de maracujá reservada, misturando até ficar homogêneo, e por último junte aos poucos o merengue reservado e misture. Coloque em um pote com tampa e leve ao freezer por no mínimo 8 horas. Faça bolas com o boleador e sirva a seguir.



PICOLÉ DE IOGURTE E FRAMBOESA

Ingredientes: Calda: 1 xícara (chá) de framboesas congeladas; 3 colheres (sopa) de adoçante culinário.

Creme: 1 xícara (chá) de creme de leite fresco; 3 colheres (sopa) de adoçante culinário; 2 potes de iogurte grego sem açúcar . Montagem: forma para picolé e palito de madeira para sorvete 

Preparo: Calda: em uma panela, adicione as framboesas e o adoçante culinário e cozinhe em fogo médio, até começar a engrossar. Desligue o fogo, cubra e reserve até esfriar. Creme: em uma batedeira, bata o creme de leite com o adoçante culinári em ponto de chantili ou até formar picos firmes. Desligue a batedeira, adicione o iogurte e misture delicadamente metade da calda de framboesas fria. Reserve. Montagem: distribua entre as formas de picolé a outra metade da calda de framboesas reservada e complete com o creme de iogurte. Coloque os palitos de sorvete e leve ao freezer por pelo menos 4 horas. Desenforme e sirva em seguida.

Dica: experimente banhar os picolés em chocolate meio-amargo sem açúcar derretido. 

Tudo sobre: