EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

10 de Agosto de 2020

Feijoada: Miscigenação no prato

Quarta-feira é Dia Nacional da Feijoada. Que tal preparar este prato, que é símbolo do país?

A feijoada, diferentemente do que dizem, segundo historiadores, não teria nascido na senzala com os escravos utilizando as carnes com o feijão. As carnes de porco, mesmo rabo, orelha e pé, eram muito valorizadas para serem dadas aos escravos.

Ela é uma variação da feijoada portuguesa ou do puchero espanhol, que são feitos com feijão branco ou gão-de-bico. De acordo o livro “História da Alimentação no Brasil”, de Luís da Câmara Cascudo, o sabor do feijão se incorpora ao cotidiano dos brasileiros com os bandeirantes paulistas e os vaqueiros nordestinos.

É claro que as negras que cozinhavam para seus senhores colocaram seu tempero nos pratos criados pelos brasileiros, colocando por exemplo a pimenta, que apesar de ser originária da América do Sul é, e já era na época, muito mais consumida pelos africanos e asiáticos.

Certo é que a feijoada é um prato brasilieríssimo unindo costumes dos europeus, africanos e indígenas (com a farinha de mandioca). É a miscigenação no prato. O primeiro registro oficial  da palavra e da receita de feijoada é carioca. Clique no Leia Mais e veja a receita.

Ingredientes: 500g de carne-seca; 200g de paio; 200g de linguiça defumada; 100g de rabo de porco; 100g de orelha de porco; 200g de costelinha defumada; 200g de lombo de porco; 1kg de feijão preto; 50ml de óleo; 100g de salsão; 100g de alho-poró; 100g de alho triturado; 2 laranjas com casca cortadasem 4 partes; sal a gosto e água (o necessário).

Preparo: dessalgue devidamente todas as carnes e coloque-as em uma panela de pressão com água suficiente.

Junte o feijão preto e leve ao fogo baixo para cozinhar por cerca de1 hora e 1/2 e reserve. Em uma panela com o óleo, refogue o salsão, o alho-poró e o alho. Coloque esta mistura no feijão com as carnes e adicione a laranja. Deixe engrossar o caldo e, se necessário, acerte o sal. Retire as laranjas e sirva com arroz branco, torresmo e couve refogada no alho e azeite.

Rendimento: 6 porções.

Tudo sobre: