Anote a receita do autêntico pão de cará, com cará de verdade

Para comemorar o aniversário de 475 anos de Santos, dia 26, começamos as receitas mais pedidas na cidade

Experimente pedir pão de cará fora de Santos. A resposta será uma interrogação. Afinal, ele só tem por aqui mesmo. Nas outras cidades, é conhecido como pão de leite, mas é diferente. Hoje, a receita, na maioria das padarias, não tem mais o tubérculo cará na massa. Mas na REVO e em outros menus da cidade, a receita original tem ganhou seu lugar de volta. Especialista quando o assunto é pão, Vinícius Ferreira, revelou a receita preparada na REVO para você fazer em casa. Ele é muito fofinho e leve. Vale a pena mesmo! E em casa, você pode escolher se fica com o meio ou com a ponta, geralmente rejeitada nas padocas santistas. 

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Pão de cará, Vinícius Ferreira ( REVO )

Ingredientes: 935g de farinha forte; 85g de água; 8,5g de fermento seco; 120g de ovos; 40g de gema; 240g de leite; 228g de açúcar; 250g de manteiga; 200g de cará. 

Preparo: cozinhar o cará na panela de pressão por aproximadamente 2h. Faça um purê e coloque para gelar. Ele não pode ser adicionado quente a massa do pão. Misture todos os ingredientes secos, com exceção do açúcar. Na tigela da planetária, adicione os ovos, a gema, o leite e os ingredientes secos.

Lembre-se: reserve açúcar e manteiga. Incorpore por 3 minutos na velocidade mais lenta utilizando o gancho, até homogeneizar. Deixe descansar por 20 minutos na geladeira, com plástico filme para não ressecar. Adicione o purê de cará e metade do açúcar, bata por 3 minutos em velocidade baixa e depois aumente para média. Deve permanecer até que a massa fique lisa e forte (em torno de 15min. Esse tempo varia muito com o equipamento).

Em seguida, adicionar o restante do açúcar e bater até ficar lisa novamente. Dessa vez, o tempo para desenvolver será menos da metade. Adicione toda a manteiga em ponto de pomada. Incorporar lentamente e depois desenvolver bem (em torno de 10 minutos na velocidade média). O ponto final da massa é liso e forte. Cuidado para não esquentar muito ou seu pão não terá uma boa malha glutínica.

Coloque a massa pronta num bowl, leve à geladeira por 1h. Divida a massa em porções de 100g. Modele em formato de charuto. Amasse o charuto e enrole novamente. Coloque os rolinhos em a assadeira untada, pincele um pouco de gema e coloque para fermentar num local quente por no mínimo 2h. Asse a 180C por 22 minutos. Espere esfriar (ou não) e aproveite. 

Tudo sobre: