EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

16 de Junho de 2019

Veja os cuidados necessários ao comprar produtos veganos industrializados

Não caia, por exemplo, na pegadinha da gelatina e consiga comer, inclusive, chocolate!

É cada vez mais comum conhecer pessoas que aderem à alimentação vegana, seja por saúde ou por ideologia. No entanto, encontrar produtos industrializados veganos e de procedência confiável é um grande desafio.

Para quem quer seguir essa alimentação com segurança, a nutricionista do Armazém Fit Store, Esther Vitorazzi, preparou um guia. Confira!


1) Selo

A maneira mais fácil e segura é verificar se o item possui o selo Vega na sua embalagem. “Ele é emitido por instituições certificadoras, o que garante que não haverá nenhum ingrediente de origem animal”.


2) Rótulos

O vegano está acostumado a ler o rótulo dos produtos, mas é necessário se atentar às informações escondidas. “Alguns ingredientes confundem o consumidor. O aroma, por exemplo, pode ser tanto de origem animal quanto vegetal”.

Outros itens que causam confusão são ômega 3, albumina, lecitina e vitamina A. “Se o rótulo indicar alguns desses componentes, o alimento pode não ser 100% vegano. A melhor forma é ligar para o SAC da empresa para tirar a dúvida”.


3) Ingredientes

Muita gente acha que a gelatina comum pode ser introduzida na alimentação vegana. No entanto, ela possui uma proteína transparente que se extrai de tecidos animais.

As opções veganas são feitas de ágar-ágar ou kanten, substância extraída de algas vermelhas.


4) Chocolate

Há várias marcas que não levam ingredientes de origem animal, como a manteiga e o leite. Geralmente, esses chocolates são amargos e com alto teor de cacau.

Esther Vitorazzi indica também verificar a presença de mel ou albumina, comuns nos chocolates crocantes.