EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

9 de Dezembro de 2019

Tatyana Jorge fala sobre carreira e agradece pelo carinho do público

Ela se encanta por causas humanitárias e acredita que tem que ajudar o mundo a ser melhor: 'A existência só faz sentido se pudermos fazer as pessoas felizes'

Até os 18 anos, Tatyana Jorge não podia ter vontade mais inusitada: queria ser piloto de caça. Mas, naquela época, as mulheres ainda não podiam. Aí, a moça fez um teste vocacional que apontou a área de Comunicação. “Minha primeira faculdade foi Publicidade e, na sequência, graças a uma bolsa de estudos que consegui com apoio de todos os meus professores, cursei Jornalismo”, explica ela.

A partir daí, Tatyana trabalhou em emissoras de rádio e TV. “Comecei como produtora e logo me tornei repórter. Em 2005 veio o convite para ser apresentadora e editora em uma emissora de Campinas e me mudei para lá”. Mas em 2007 retornou a Santos, já para trabalhar na TV Tribuna. ”Aqui comecei como repórter, depois passei à apresentação. Inicialmente, no Bom Dia Região. Desde novembro do ano passado, estou como apresentadora e editora do JT1”.

E o dia começa cedo para a jornalista. “Chego cedinho para fazer a edição das reportagens junto com a equipe. Há muita gente envolvida no processo e cada um tem um papel fundamental”, ressalta Tatyana. 

Mas, apesar da correria, a jornalista curte muito as reportagens que faz, principalmente as que tocam o coração. “As que mais me fazem feliz são as que inspiram as pessoas a serem ainda melhores. Já cobri missões humanitárias na Nigéria, Senegal e Haiti. Também já trabalhei na Globo de Londres e de Nova York”.

Com tanta dedicação pelo trabalho, o reconhecimento do público é bem grande. “O carinho que recebo é algo incrível. Você não tem noção de como nos faz bem. Tanto nas ruas quanto nas redes sociais. Imagine que as pessoas nos recebem em suas casas diariamente há anos! Tem dias em que estamos mais tristinhos, por algum motivo, e, quando surge alguém com aquele sorrisão, ou com palavras doces, tudo passa. Eu sinto que é uma dádiva ter este carinho todo. Uma benção”, emociona-se.

Tatyana também dá palestras sobre sua trajetória e qualidade de vida, além de trabalhar como mestre de cerimônias em alguns eventos. “Também dou aulas todos os dias de um método que treina o corpo, a mente e as emoções. É incrível, porque a gente acompanha de perto o desenvolvimento de pessoas que logo se tornam grandes amigos. Eu acredito que a existência só faz sentido se pudermos fazer as pessoas felizes. E este é um dos caminhos para sermos felizes também. Não há pessoas melhores ou piores, há quem se empenhe para se tornar uma pessoa melhor. Me dedico para ser assim”, finaliza.

Tudo sobre: