EDIÇÃO DIGITAL

Quinta-feira

4 de Junho de 2020

Predador ganha jogo multiplayer divertido, mas com conteúdo limitado; leia análise

Predator: Hunting Grounds está disponível para PlayStation 4 e PC

Icônico personagem do cinema, o Predador invade o PlayStation 4 e o PC com um game multiplayer bem divertido, que peca apenas por oferecer conteúdo limitado. Mas isso pode ser corrigido por meio de atualizações no futuro.

Produzido pela IllFonic – também responsável pelo jogo do Jason, o Friday The 13th: The Game –, Predator: Hunting Grounds não conta com uma campanha ou com qualquer tipo de missão off-line. Algo muito bacana é que a equipe de desenvolvedores soube mergulhar na mitologia do caçador alienígena não apenas para reproduzi-lo com fidelidade – a sua armadura, a visão térmica, o recurso de camuflagem, a mira vermelha de laser, o canhão de plasma, as garras metálicas retráteis, tudo está lá, com precisão – como também para construir arenas que agregam trechos de mata, acampamentos militares e vilarejos, reproduzindo, assim, a atmosfera dos filmes.

Detalhe: o chato é que há poucas opções de arena, o que, com o tempo, pode fazer o game ficar meio repetitivo. E os gráficos são OK, não fogem do padrão esperado desse tipo de título.

Você pode jogar de dois modos. Um deles é formar, com mais três pessoas, um grupo de soldados de elite, que deve cumprir metas, como obter documentos e, após eliminar o Predador, proteger seu corpo até um helicóptero chegar e levá-lo para análise. Mas se engana quem acha que somente o caçador alienígena persegue os jogadores. Inimigos humanos armados, guiados por inteligência artificial nos vilarejos e acampamentos, também tentam atrapalhar o seu desempenho.

A outra maneira de jogar (e talvez a mais divertida) é assumir o papel de Predador. Nesse caso, você deve única e exclusivamente eliminar os soldados controlados pelas outras pessoas que participam da partida. Além de utilizar as armas clássicas do personagem, pode-se escalar árvores, para se esconder nas suas copas, e dar saltos imensos, indo de um lado para o outro do cenário.

Você pode jogar como Predador ou ser um dos soldados perseguidos por ele (Foto: Reprodução)

A tempo: enquanto os membros do grupo de soldados de elite conseguem ver a localização dos parceiros no mapa, ao comandar o Predador, você fica sem ideia de onde eles estão. O que reforça a experiência e a sensação de caça. E vamos combinar: faz todo o sentido, né?

Tem mais: quando o caçador alienígena é atingido, ele deixa rastros de sangue verde pelo ambiente, o que denuncia a sua localização.

Como Predador, dá para utilizar todas as armas clássicas dos filmes dele (Foto: Reprodução)

XP e personalização

Conforme conclui as partidas, você sobe de nível, ganha objetos para personalizar seus avatares e acumula pontos de experiência (XP). Para quem quer aumentar a gama de possibilidades de personalização dos personagens, esse XP pode ser usado para comprar os chamados “estojos de campo”. Esses pacotes contêm armas, trajes, acessórios e outros itens para incrementar seu soldado ou Predador.

Ah.. Como parte da estilização do avatar, dá para modificar a textura da pele do caçador alienígena e, inclusive, montar uma versão feminina do Predador.

Ao integrar o grupo de soldados de elite, você tem auxílio de três jogadores (Foto: Reprodução)

Conexão

O sistema que administra a conexão ao servidor do game e vai reunindo os jogadores para viabilizar as partidas está robusto, equilibrado. E o crossplay, ou seja, a possibilidade dos donos de PlayStation 4 poderem jogar junto com quem comprou o título para PC, fica sempre ativo – aumentando, assim, a quantidade de usuários disponíveis para cada rodada.

Mas isso não impede de você enfrentar uma certa canseira até conseguir jogar uma partida. Ainda mais se quiser assumir o comando do Predador – a diversão, nessa hora, é curtir a música clássica do filme, usada como trilha do menu.

Mesmo assim, pode acontecer de a rodada fechar sem ter todos os cinco integrantes on-line. Uma vez, por exemplo, havia apenas eu e mais um jogador.

Tudo sobre: