Por que gatos adoram tomar sol?

Entenda essa ação tão comum aos felinos diante de uma janela. Comportamento tem relação com temperatura corporal e hábitos característicos da espécie

O sol nasce para todos, mas parece que os felinos aproveitam melhor essa dádiva – tanto os leões, reis da selva, quanto os gatinhos, que se sentem os verdadeiros donos do lar perto de uma janela ensolarada. 

Erika Regazoli, veterinária especialista em medicina felina conta que, além da herança instintiva ancestral, há uma questão de temperatura envolvida. É que há o fato da herança natural, por conseguirem descansar no sol sem ter receio de virarem presa de outro predador, mas também o fato de, na natureza, felinos viverem em área desértica.

"Por isso, são muito resistentes à luz solar. A temperatura normal de um gato varia entre 37, 5ºC e 39,3ºC. Eles buscam o sol para se aquecer”.

Com a domesticação, os gatos passaram a aproveitar o calor não só do sol, mas também de qualquer item mais fofinho dentro de casa ou do apartamento, pelo conforto térmico que dão. 

“Eles deitam em cobertas e outras fontes de calor, para economizar energia e manter a temperatura corporal”, explica a especialista, que tem no Instagram @felinus.vet várias dicas para quem tem gatos em casa.

Patricia Chamas, veterinária professora de clínica médica de pequenos animais da Faculdade Veterinária da Unimes diz que, além de tudo isso, os gatos apenas gostam de se espreguiçar no sol. Alguns cães também fazem isso. E diferentemente do que muita gente pensa, não é porque eles absolutamente precisam do sol tanto quanto nós, humanos.

“Eles sintetizam a vitamina D quando o sol bate na pele, mas necessitam disso muito menos que a gente. Há rações indoor para gatos e cães que não conseguem pegar sol em casa porque geralmente a dieta é suficiente para que eles se mantenham saudáveis. Apenas quando se faz a alimentação natural que é preciso acompanhamento profissional. Tirar receita da cabeça é perigoso”. 

Alerta

As duas profissionais explicam que, apesar de promover o bem estar, sol demais pode causar problemas principalmente em gatinhos de pelagem branca. 

Eles não devem tomar muito sol entre 10h e 16h, por conta da tendência maior à formação de câncer de pele, principalmente na ponta das orelhas e do nariz, que são áreas mais expostas à radiação. 

“E é bom lembrar que gato é teimoso. Se você tirar ele do sol, ele vai voltar, porque faz o que quer. Então, se você tem um gato branco e pode fechar a janela nesses horários de sol mais quente, melhor. Se mesmo assim eles saírem, tem que usar protetor solar veterinário”, diz Patrícia.

Érika conta que, como gatos se lambem muito, o melhor é esfregar o protetor nas áreas com menos pelo e esperar um pouco até que a pele absorva o produto. 

Fora dos horários de maior radiação, o sol só faz bem aos felinos, que podem aproveitar seus momento de reis – o que ajuda a manter pele, saúde e bem-estar em dia, se feito com proteção.

Tudo sobre: