EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

13 de Julho de 2020

Mantenha a saúde no home office

Especialistas alertam que é importante ter atenção com a postura e com saúde ocular

Trabalhar remotamente exige algumas adptações do ambiete (Foto: Adobe Stock)A nova realidade imposta pelo coronavírus trouxe algumas mudanças significativas em nosso dia a dia. Trabalhar em casa é apenas uma delas. O home office, novidade para muitos, precisa de algumas adaptações para dar certo e não causar problemas musculares e oftalmológicos. 

De maneira geral, é fundamental criar um ambiente parecido com o da empresa. “O local deve ter boa iluminação, ventilação, móveis e cadeiras ergonômicos, a fim de não sobrecarregar o sistema musculo esquelético, evitar dor e desconforto, o que reduziria a produtividade”, lembra o psicólogo e médico, especialista em acupuntura e homeopatia, Roberto Debski. 

Por se estar em casa, a hidratação, a alimentação e o descanso podem ser bem equalizados durante o período de trabalho. “Por outro lado, respeite os momentos de intervalo, de movimentação e ergonomia, que são muito importantes para o bem-estar”, reforça Debski.

Marcello Colombo Barbosa, professor livre docente e diretor do Hospital Visão Laser, explica que o ambiente claro é fundamental para evitar esforço e ensina a maneira correta de posicionar a tela do computador. “Quando você olhar para o horizonte, ela deve estar 15 graus para baixo e a uma distância de 60 centímetros”. 

Outra dica é fazer pausas de 15 minutos a cada hora e lembrar de piscar. “Quando estamos em frente ao computador, a tendência é manter os olhos abertos por mais tempo. Portanto, pisque sempre que for possível para lubrificar o globo ocular”. 

Quanto à iluminação, o médico recomenda preferir a natural e evitar a incidência de luz direto na tela, o que pode causar reflexos e sobrecarregar a musculatura ocular. Outras medidas destacadas por Colombo Barbosa: evitar coçar os olhos, colocar a mão no olho e, para quem usa óculos, não esquecer de higienizá-los. “Lave-os com água e sabão neutro também”. 

E por falar em higiene, quem a atenção. “Utilize os óculos, pois são uma forma de minimizar problemas. Tudo o que as pessoas não precisam agora é procurar atendimento de emergência por causa de uma infecção causada pela lente de contato”. 

Segundo a oftalmologista dos hospitais 9 de Julho e São Luiz, ambos da Capital, Mariana Zaira Ribeiro, a luz inadequada ou insuficiente para ler pode gerar cansaço frequente e desconforto ocular, evoluindo com sintomas como dor de cabeça, malestar, irritação e até mesmo baixo rendimento intelectual. 

"A iluminação ideal implica em luz que não seja muito forte, pois poderá ofuscar os olhos, e nem muito fraca, pois poderá deixá-los cansados. A luz ideal é a natural, mas a que mais usamos é a artificial. Por isso, devemos manter o ambiente o mais claro possível e ter um foco de luz dirigido para nosso campo de leitura ou trabalho".

Ainda de acordo com a médica, o brilho muito intenso da tela cansa a vista. "Assim como a tela muito escura também não é indicada. Deve-se ajustar as configurações de cada tela de acordo com a luminosidade do local, tornando-as parecidas. Ambientes escuros não precisam de um alto brilho. Para quem usa óculos, as lentes mais modernas já têm função que bloqueia a luz azul visível emitida pelas telas dos eletrônicos".

Ainda que não tenha relação com o trabalho, o oftalmologista Marcello Colombo Barbosa diz que as pessoas, por estarem muito tempo em casa, tendem a assistir a filmes no escuro e na distância inadequada. “O correto é ficar de três a quatro metros da TV”. Para quando tudo isso passar, o professor recomenda uma ida ao oftalmologista

Rotina 

O fisioterapeuta Bernardo Sampaio observa que as adaptações ao trabalho remoto vão muito além de montar um cantinho tranquilo, iluminado e longe das distrações. “Não ter uma cadeira ou mesa específica pode se tornar um problema”, explica. 

Caso essa seja a sua realidade, o fisioterapeuta dá uma dica: “Se possível, faça um apoio para a coluna lombar com uma toalha dobrada. Isso pode ajudar a reduzir os sintomas de dor nessa região e levante de tempos em tempos”. 

Outro erro comum é não delimitar o espaço de trabalho. Ficar com o computador no sofá ou na cama pode até parecer confortável, mas, além de ser prejudicial à saúde, também reduz a produtividade. 
De acordo com Sampaio, realizar pequenas pausas e se movimentar durante o dia é fundamental para a circulação. “Além da coluna, regiões como pescoço, punhos e panturrilhas também devem ser levadas em consideração. Alongar essas áreas de tempos em tempos ajuda – e muito – a aliviar e prevenir dores”. 

Veja mais dicas do profissional para evitar problemas: 

Pulsos
Para aliviar essa parte do corpo, o que você terá de fazer são rotações em sentido horário e anti-horário. Pode repeti-las sempre que começar a sentir dores ou entre o final de uma tarefa e o início de outra. 

Braços
Junte as mãos e estique os braços para cima, deixando a postura ereta e o corpo bem elevado. Mantenha-se nessa posição por 20 segundos e repita o movimento a cada duas horas (ou no intervalo de tempo que achar necessário). Você também pode variar a direção, fazendo isso com os braços para a frente, pelo mesmo tempo. 

Pescoço
Para movimentá-lo e aliviar a tensão que geralmente depositamos nessa região, a orientação é começar com movimentos bem suaves. Incline a cabeça, por cinco segundos, para cada lado e repita por cinco vezes. Depois, faça o mesmo para frente e para trás e, para finalizar, 
realize o movimento de rotação completo nos dois sentidos, duas vezes para cada um deles. 

Pernas
Para diminuir toda pressão que as pernas sofrem por ficarem na mesma posição durante horas, você pode praticar um exercício superdiscreto: estique uma perna até ficar reta e flexione os joelhos para baixo, repetindo o movimento dez vezes com cada perna. Na última repetição da série, deixe cada um dos membros inferiores esticados por 15 segundos. Além disso, não esqueça de dar uma caminhadinha pela casa a cada duas ou três horas, para ativar 
a circulação sanguínea. 

Panturrilhas
Na hora em que você estiver de pé por algum motivo, junte as pernas, fique na ponta dos pés e, depois, volte à posição inicial. Repita isso de dez a 15 vezes sempre que puder. Utilizando todas essas dicas, com certeza, os dias de home office se tornarão mais produtivos e as dores vão ficar para trás.

Tudo sobre: