Ensine seu pet a fazer pipi no lugar certo

Saber educar é importante, pois o erro do animal pode indicar problema de saúde ou que alguma coisa está errada

O primeiro desafio de qualquer família que traz um novo animal para o lar é ensiná-lo a fazer xixi no lugar certo. Tem gente que pede ajuda, há os que recorrem a todo tipo de produto e os que contam com a sorte. 

Para quem não está neste último seleto grupo, especialistas dão dicas de como fazer o pet não errar mais o alvo. O problema é tão comum, principalmente para cães, que Thainna Porto, zootecnista e treinadora de animais, diz que 70% de seus clientes a procuram por isso. Michelle Felix, veterinária especialista em clínica médica de felinos, diz que com gatos é mais fácil. Mas, que xixi fora da caixa pode ser sinal de algum problema. 

Como começar

Principalmente no caso de cães, o primeiro grande erro dor tutores é chegar com um filhotinho e apresentar o lar como no filme O Rei Leão, diz Thainna.

“Levantam ele, abrem a porta e só falta dizer: tudo o que você está vendo, é seu”. 
Segundo a especialista, o ideal é colocar o novo morador direto no cantinho das necessidades. Se houver um cercadinho, ótimo. Caso contrário, delimitar o espaço com qualquer outra coisa, serve. O importante é colocar de um lado o tapete higiênico (ou o que for usado) e, a pelo menos meio metro de distância, alimento e caminha.

Quando os cães aprendem a controlar a urina, não gostam de fazer as necessidades onde comem ou dormem. Assim, quando o animal faz o xixi no lugar certo, se abre mais espaço, até que ganhe a casa. No erro, se delimita novamente. 

Associações erradas
Não adianta brigar, botar o bichinho no xixi ou gritar amedrontando o animal. Ele pode passar a esconder o cocô ou não fazer no lugar certo, por associar a raiva do dono ao espaço pensado para isso. Se o animal errou, leve-o ao espaço correto sem pegá-lo no colo. Com a ajuda de papel toalha, ponha parte do xixi ou cocô do cão no lugar onde ele deveria ter feito. Deixe-o cheirar e dê leves toques nele.

“Ele já fica desconfortável e entende. Depois, basta limpar o local do erro com produto que retire o odor”, diz Thainna.

Se nada deu certo ainda

Aí é momento de ter ajuda profissional para conferir se o problema não é de saúde ou de comportamento. 

Gatos têm o instinto de esconder o que fizeram, na areia. Qualquer ato fora do padrão pode indicar alerta de saúde, lugar inadequado, medo ou a não adaptação com o tipo de produto usado na caixa de areia. 

“Hoje, existem vários tipos de granulado. Não indico o de madeira porque não faz torrão. Se fica úmido e não permite limpeza, não agrada o gato. E tem que limpar ao menos duas vezes ao dia”, diz Michelle. 

Para felinos, é preciso lembrar ainda que se houver mais de um gato em casa é preciso mais ‘banheiros’. em diferentes cômodos. Um felino pode estar sendo ameaçado pelo outro.

Quase lá

Há animais que vão  até o local indicado mas não acertam o alvo. A pergunta a se fazer é se o espaço é livre para o animal rodar, cheirar e ficar à vontade. Se o problema for o medo do local, brinque e leve petiscos para lá. Ao acertar, festeje. Ele vai gostar e a família, assim que ele acertar, também!

Tudo sobre: