Débora Henriques ensina a fazer a mesa de chá da tarde perfeita

Misturando nostalgia e delicadeza, a digital influencer e colunista da AT Revista dá diversas dicas

Chá da tarde nos remete a lembranças afetivas, por isso fiz uma mesa delicada, cheia de boas memórias, que remetem à infância, como a louça que tem carinha de casa da vovó. Na verdade, é da primeira coleção que assinei com a Luiz Salvador. A minha inspiração foi de uma mesa ao ar livre, mas com certo requinte, que pode ser visto na bandeja e talheres de prata, no espumante, nas taças, nos guardanapos de linho...Tem certa sofisticação, mas sem perder a delicadeza. A boleira de cerâmica com flores em relevo é uma peça ao mesmo tempo útil e decorativa e dá um toque especial à produção. 

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal, GloboPlay grátis e descontos em dezenas de lojas, restaurantes e serviços!

O espumante fica na temperatura certa em um balde. Ao lado, deixe as taças fluté. Para dar colorido, as taças de água são verdes e harmonizam com os arranjos florais. Para conferir requinte, use uma bandeja com xícaras e bule de café. Para o chá, infusores, como este de borboleta, dão charme.

Pupy Zogaib usou xícaras, bulês e açucareiros para montar os arranjos florais. Isso deu um charme e é um diferencial da mesa posta para o almoço e para o chá da tarde. As flores se misturam aos doces e outras delícias e deu cor e harmonia. A água saborizada é outro item que não pode faltar. Pode ser de frutas vermelhas ou com limão e hortelã, por exemplo.

Odilinha Hoehne fez um bolo de laranja decorado com flores de açúcar e sanduíches de atum com ervas, uma memória afetiva das festinhas de antigamente. A disposição em uma cerâmica com flores em relevo fez toda diferença. Os guardanapos de linho bordados com o mesmo floral da louça são um carinho a mais.



Fotos: Alexsander Ferraz/AT
Tudo sobre: