Conheça os mitos e verdades sobre micoses de unhas

No verão, problema costuma aparecer com mais frequência

Verão é tempo de sol, calor e, infelizmente, de micose de unha, a chamada onicomicose. Trata-se de uma infecção causada por fungos que pode provocar mudanças de cor, formato e textura da unha. Embora possa aparecer em qualquer época do ano, esse problema é mais comum na estação, pois a proliferação do fungo se torna ainda mais rápida em ambientes quentes e úmidos, tais como praia, piscina e vestiário.  

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

“Por depender da velocidade do crescimento da unha, que é lenta, o tratamento pode levar de seis meses a até um ano e, portanto, é sempre mais apropriado se precaver”, alerta a dermatologista Daphine Giglio.  

Segundo ela, alguns cuidados são essenciais, como evitar o uso de sapatos apertados, preferir as meias de algodão, lavar e secar bem os pés, inclusive entre os dedos, usar materiais de manicure ou pedicure próprios, além de nunca os compartilhar, e manter as unhas sempre curtas, limpas e secas.  

Para tirar algumas  dúvidas frequentes, a médica lista abaixo mitos e verdades sobre esse tema. Confira e cuide melhor dos seus pés:  

Unha amarelada é um sintoma de micose: verdade. 

Contudo, isso pode ser um sinal da deficiência de alguns minerais e vitaminas, o que tende a deixar as unhas mais frágeis, quebradiças e com aspecto amarelado. Nesse caso, o ideal é realizar exames e, se possível, tomar suplementos vitamínicos. Outros motivos podem ser o envelhecimento das unhas e o uso contínuo de esmalte.  

Utilizar chuveiros ou duchas sem chinelos em banheiros coletivos de hotéis, pousadas e clubes pode causar micose: verdade. 

Banheiros, chuveiros, vestiários e piscinas são exemplos de locais que frequentemente abrigam uma variedade de fungos, pois têm um ambiente favorável à sua replicação.  

O uso de esmaltes provoca micose: mito. 

Eles não causam micose. Porém, a aplicação recorrente desses produtos pode deixar a unha com uma coloração amarelada, e isso, sim, acaba sendo confundido com um sinal da doença.  

As bases fortalecedoras de unha evitam micose: mito. 

Esses produtos podem deixar as unhas com uma consistência mais firme, no entanto não conseguem formar uma barreira eficaz para que elas não corram o risco de ser acometidas por fungos.  

A aplicação de esmaltes comuns não é aconselhável durante o tratamento da micose: verdade. 

Isso porque o uso de esmaltes dificulta a penetração do medicamento. O correto é aplicar, primeiro, o esmalte antifúngico e, se necessário, utilizar o comum sobre ele. 

 

Tudo sobre: