Casas inteligentes: você pode ter a sua

Cada vez mais os aparelhos e eletrodomésticos estão conectados ao wi-fi para facilitar a nossa vida. Veja algumas novidades do mercado e suas funcionalidades

Antigamente, falar sozinho na rua era bem estranho. Os olhares tortos na direção de quem fazia isso eram inevitáveis. Hoje, os minifones de ouvido conectados a um celular tornaram a cena bem comum. Da mesma forma, também não choca mais ‘falar com as paredes’. Afinal, os objetos do lar já nos ouvem. Estamos convivendo cada vez mais com as casas inteligentes.

Conectados, os aparelhos inteligentes respondem à voz ou ao toque de uma tela de tablet ou smartphone. Com ou sem um projeto de automatização residencial é possível viver essa realidade, comprando eletrodomésticos ou eletrônicos cuja tecnologia “converse entre si”.

Basta ter internet 2,4gz no imóvel e alguns aplicativos no celular, com ou sem a ajuda da Amazon Alexa ou do Google Smart Home (que ouvem comandos para executar tarefas de aparelhos interligados).

Além das já mais comuns cortinas automatizadas e alarmes que mostram no celular, desde as imagens da casa até o quarto do bebê, há diversas outras novidades inteligentes para deixar a vida mais fácil. Elas estão chegando aos poucos, mas tomando espaço.

Uma delas é a máquina Lava e Seca Smart LG VC2. Quem possui qualquer outro modelo/marca de lava e seca sabe que, se a roupa for deixada no tambor após o processo de secagem, fica úmida novamente por conta do vapor. Então, não era possível sair para trabalhar, por exemplo, e deixar a roupa no programa completo, pois a secagem teria que ser repetida. 

Mas, o modelo mais novo, ligado a uma rede wi-fi, permite acionar, de qualquer lugar, o desligar e monitorar o funcionamento do equipamento, pelo celular ou por voz. Assim, é só deixar sabão e roupa no lugar, para ter tudo pronto ao chegar em casa, sem desperdício de energia. Há outras marcas conectadas como Samsumg e Electrolux. O modelo LG que funciona em sistemas operacionais Android e IOS tem preço médio de R$ 4.499, em diversos sites.

Também no quesito limpeza, para quem sonhava em ter uma empregada doméstica no estilo Rose, da série de desenho animado <FI5>Os Jetsons, o desejo está quase virando realidade. Entre as várias marcas de robôs que limpam o lar, as últimas novidades são as linhas Smart e Glass 3, da Ropo. 

Germano Castro, CEO da Ropo conta que o lançamento da geração premium este ano tem como diferenciais a conectividade via wi-fi para o controle via celular do aparelho que varre, aspira, passa pano com água ou qualquer outro líquido que o dono coloque. O robô ainda percorre todo o ambiente com uma lâmpada UV. 

“Na pandemia as pessoas começaram a procurar a tecnologia como um todo, porque muitas famílias tiveram que dispensar a pessoa da faxina. Nossa demanda cresceu 5 vezes em relação ao que era antes. E caiu no gosto popular. Porque com a conectividade com Andoid e IOS nos aplicativos específicos, você pode criar uma rotina. Sai de casa e, pelo celular, já escolhe fazer várias tarefas ao mesmo tempo”, conta ele. 

Na versão Smart, o Ropo custa R$ 1.999 no site da Casas Bahia e  na Glass 3, sai a R$ 2.899 nas lojas americanas.com. O link direto de compra de cada modelo está no site oficial da marca, o ropo.com.br.

Nayara Diniz, gerente de produtos da Steck conta que a tecnologia ao lar é eficaz até quando ninguém está nele, como no caso das fechaduras automatizadas, muito usada a quem tem casa de veraneio. “Por exemplo, alguém vai alugar ou visitar, não precisa de uma chave. Ou você abre a distância ou se cria senha para determinado dia e horário. É seguro e eficaz”.

A fechadura inteligente também proporciona que nunca mais ninguém espere do lado de fora porque ficou sem chave. Todos os moradores podem ter cadastro com digital ou senha individual. 

“É aquilo: as pessoas na pandemia começaram a pensar mais na casa e repensar os investimentos nela”, diz Nayara, sobre todo tipo de produto fabricado pela empresa. “Eu pensava que nunca precisaria de uma lâmpada inteligente, por exemplo. Podia levantar e tocar o interruptor. Mas depois de comandar por voz ou aplicativo, vi que não era só isso", conta ela.

A lâmpada permite mudar cor, intensidade de luz e dar mais qualidade de vida ao colocar para funcionar à noite, por exemplo, com uma luz mais fraca para induzir o sono. "Posso não ter que voltar para casa cedo porque esqueci de deixar uma lâmpada acesa para o cachorro. E quem tem deficiência auditiva e não escuta a campainha, dá para programar de acender e apagar se alguém chegar”, conta sobre a lâmpada Smarteck de 16 milhões de cores e plugues que dão a vários aparelhos o acionamento inteligente por celular, voz e smartwatch.

A fechadura, recém lançada, deve chegar em breve no site da Amazon e lojas físicas. O preço não foi anunciado. A lâmpada custa R$ 89 e o plugue, R$ 109,90 no bit.ly/lampadaeplugue.

Tudo sobre: