EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

18 de Março de 2019

Atriz Mariana Santos fala sobre o atual momento da carreira

Global está com peça em São Paulo, comanda programa no GNT e terá papel de peso em Malhação. A atriz comenta ainda sobre a bissexualidade e a paixão por Pedagogia

A nova peça de Mariana Santos representa um marco na sua carreira. Além de estrelar Só de Amor..., a atriz assume, pela primeira vez, o papel de roteirista. No espetáculo em cartaz no Teatro Porto Seguro, na Capital – que ainda é a estreia do seu marido, Rodrigo Velloni, como diretor –, Mariana mescla cantigas de roda, humor e drama para narrar o dilema existencial de uma cantora.

Em paralelo, se prepara para viver uma personagem de destaque na próxima temporada de Malhação, que começa em abril na Globo, e colhe os frutos do Espaço Para Dois, programa que comanda desde janeiro, com o ator Marcelo Serrado, no GNT. Na atração, exibida terças, às 21 horas, a dupla acompanha os arquitetos Bel Lobo e Bob Neri em visitas a casais que precisam de um upgrade na decoração de casa. A seguir, Mariana comenta, entre outros assuntos, o fim do Amor & Sexo e a revelação que fez no programa de que já namorou uma mulher. A atriz de 42 anos também relembra o tempo em que trabalhou como professora e fala da vontade de adotar uma criança.

Medo

O que achou de se testar como roteirista em Só de Amor...?
Já tinha escrito alguns textos para espetáculos que fiz, mas foram personagens e solos pequenos. Esta é a primeira vez em que crio uma peça inteira. Achei uma experiência incrível, porque pude realizar uma vontade antiga. Comecei a escrever Só de Amor... anos atrás e fui fazendo aos poucos, sem pressão. Inclusive, por emendar um trabalho no outro na TV, precisei dar um tempo no roteiro. Quando o retomei, vi que certas partes não faziam mais sentido, pois a minha cabeça tinha mudado. Reescrevi esses trechos e uma coisa complementou a outra, como um quebra-cabeça. A peça tem humor, que é o que as pessoas estão acostumadas a me ver fazendo, mas também fala de vários sentimentos, não só de amor.

Professora

Você também é formada em Pedagogia. Chegou a trabalhar na área?
Dei aula em escola por muitos anos, sempre conciliando com o teatro. Desde criança, sabia que ia ser atriz e professora. Lembro que brincava que as bonecas eram minhas alunas. Comecei novinha a dar aula, mas, antes de concluir o magistério, fui garçonete e animadora de festas de 15 anos, cerimoniais, casamentos... Aí, em 2006, quando entrei no Zorra Total, estava acabando a faculdade de Pedagogia, que tinha se tornado obrigatória para eu poder continuar como professora. Parei de dar aula em 2010, pois ficou pesado demais conciliar as duas profissões.

Televisão

No Amor & Sexo, você revelou que já namorou uma mulher. Ficou surpresa com a repercussão que isso teve?
Achei uma bobagem toda a repercussão que houve em torno dessa minha declaração, pois, para mim, é algo tão natural. Teve gente que perguntou por que não contei antes. Falei sobre a relação por ter considerado pertinente para o programa. A minha família, os meus amigos, enfim, o meu círculo pessoal sempre soube.

Estética

Como surgiu a proposta para apresentar um programa no GNT como Marcelo Serrado?
Na novela Pega Pega, eu e o Marcelo interpretávamos um casal de sucesso: a Maria Pia e o Malagueta. Por causa de uma live que fizemos no ônibus-camarim, resolvemos montar um programa juntos. Aconteceu tudo muito rápido. Analisamos a grade do GNT e propusemos o projeto do Espaço Para Dois, que o canal aprovou de cara. Gravamos as dez edições em dois meses. Aprendi ainda mais sobre decoração com o programa.

Confira a entrevista completa na AT Revista deste domingo, 17 de fevereiro de 2019.