Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Avião cai e mata quatro jogadores da série D em Tocantins

Além dos atletas, o presidente do Palmas Futebol e Regatas e o piloto morreram no acidente

Por: Por ATribuna.com.br  -  24/01/21  -  14:30
Atualizado em 24/01/21 - 14:33
Quatro jogadores, o presidente da agremiação, Lucas Meira, e o piloto da aeronave morreram
Quatro jogadores, o presidente da agremiação, Lucas Meira, e o piloto da aeronave morreram   Foto: Divulgação

Um avião com parte da equipe do Palmas Futebol e Regatas, time da Série D do Brasileirão, caiu na manhã deste domingo (24). O acidente ocorreu instantes após a aeronave decolar, no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional (TO).


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Quatro jogadores, o presidente da agremiação, Lucas Meira, e o piloto da aeronave morreram.Os atletasLucasPraxedes, Guilherme Noé,Ranulee Marcus Molinari.O piloto foi identificado como Comandante Wagner.


A equipe enfrentaria o Vila Nova pela Copa Verde em Goiânia. A partida estava programada para esta segunda-feira (25). O Vila Nova emitiu nota lamentando o acidente e informando que vai colaborar para o adiamento da partida.


Veja a nota divulgada pelo Palmas Futebol Clube:


O Palmas Futebol e Regatas vem por meio desta informar que por volta das 8h15 da manhã deste domingo, 24, ocorreu um acidente aéreo envolvendo o presidente do clube Lucas Meira, quando decolava para Goiânia, para a partida entre Vila Nova x Palmas nesta segunda, 25, válida pela Copa Verde. O avião em que Lucas estava junto com o comandante Wagner e os atletas LucasPraxedes, Guilherme Noé,Ranulee Marcus Molinari, decolou e caiu no final da pista da Associação Tocantinense de Aviação. Lamentamos informar que não há sobreviventes. Neste momento de dor e consternação, o clube pede orações pelos familiares aos quais prestará os devidos apoios, e ressalta que no momento oportuno voltará a se pronunciar


* Com informações do G1


Logo A Tribuna