EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

14 de Dezembro de 2019

Relembre surfistas do Circuito Mundial que foram revelados no A Tribuna de Surf Colegial

Competição marcou o começo da carreira de renomados atletas, como Mineirinho, Jessé Mendes, Caio Ibelli, Deivid Silva e outros

Faltam cinco dias para a 24ª edição do A Tribuna de Surf Colegial, torneio que serve de trampolim na carreira de muitos surfistas. Berço de grandes talentos, a Baixada Santista não para de revelar atletas para o restante do Brasil e para o mundo, e a maioria deles que partem da região tem como base a competição escolar.

Relembre nomes de peso do surf mundial que tiveram passagem pelo A Tribuna de Surf Colegial:

Adriano de Souza (Mineirinho)

Campeão mundial em 2015, Adriano de Souza, mais conhecido como Mineirinho, começou a brilhar no esporte no mar da região. Em entrevista ao Tribuna Esporte, ele, que hoje surfa no Championship Tour (CT), recordou suas baterias no circuito colegial, do qual foi campeão.

"Acho especial o A Tribuna, que está investindo no surf há tantos anos. Até eu passei por ali. Fui campeão do circuito. É uma iniciativa maravilhosa, que você não só incentiva o surf, mas também a educação, junto e paralelo. É uma conquista da Tribuna ficar tantos anos investindo no surf e acreditando no esporte. Aqui eu deixo um 'obrigado' ", comentou o guarujaense.

Deivid Silva é estreante na elite mundial do surf nesta temporada (Foto: Damien Poullenot/WSL)

Deivid Silva 

Estreante na elite do surf nesta temporada, Deivid Silva, que é natural da Prainha Branca, em Guarujá, contou à Tribuna On-Line que um dos troféus mais bonitos que tem em sua prateleira é o de campeão do A Tribuna de Surf Colegial.

"Eu competi há bastante tempo e, com certeza, era um dos eventos mais irados que tinha. Eu ficava esperando ansioso para competir", mencionou o atleta, que costumava surfar representando o Colégio Objetivo de Bertioga.

Jessé Mendes, surfista de Guarujá (Foto: Damien Poullenot/WSL)

Jessé Mendes

Outro surfista de Guarujá que voltou ao passado e lembrou das participações no A Tribuna de Surf Colegial é Jessé Mendes. Ele, assim como Mineirinho e Deivid, compete etapas do circuito mundial. 

"Acho que todo surfista de ponta da Baixada Santista passou pelo A Tribuna e foi muito importante. Estava falando com um amigo, até, que o circuito de base foi o que tornou os atletas brasileiros serem o que são hoje. É um circuito muito forte e muito competitivo, só que muito saudável ao mesmo tempo. O Circuito A Tribuna tornou o que o Brasil é hoje no surf", disse Jessé ao Tribuna Esporte.

Alex Ribeiro foi campeão da categoria júnior no A Tribuna de Surf Colegial (Foto: Damien Poullenot/WSL)

Alex Ribeiro

Ao contrário de Jessé, Mineirinho e Deivid, Alex Ribeiro não está no CT de 2019, mas está muito próximo de retornar ao principal escalão do surf no planeta. No momento, ele é o terceiro colocado no ranking do Qualifying Series (QS), divisão de acesso ao CT. O surfista de Praia Grande também pegou ondas no A Tribuna de Surf Colegial há alguns anos.

"No meu último ano como júnior, fui campeão do A Tribuna depois de ser dois anos seguidos vice. Foi gratificante. A base incentivava a gente a estudar", relembrou o atleta ao Tribuna Esporte.

Miguel Pupo é quarto colocado no ranking do QS nesta temporada (Foto: Damien Poullenot/WSL)

Miguel Pupo

Além de Alex Ribeiro, outro brasileiro que representa - e muito bem - a Baixada Santista no QS é Miguel Pupo, de Itanhaém. Ele também está a um passo de colocar os pés novamente no CT. Ao Tribuna Esporte, ele rememorou sua única passagem pelo A Tribuna de Surf Colegial.

"Eu já cheguei a participar, uma edição. Não lembro se foi em São Vicente, talvez. Mas eu era bem pequenininho, eu devia ter uns 11 anos. Eu lembro de ter dado frutos a essa geração que competiu todos esses eventos. Hoje, chegaram lá e outros quase chegaram e tão arrebentando no circuito brasileiro também. Então, foi uma geração abençoada".

O vicentino Marcos Corrêa foi bicampeão do A Tribuna de Surf Colegial (Foto: Laurent Masurel/WSL)

Marcos Corrêa

O vicentino Marcos Corrêa, que buscou vaga na elite no QS deste ano, é outro renomado surfista que se destaca no cenário nacional e compete internacionalmente. Este ano, ele foi o terceiro colocado na etapa do Peru.

"Já fui campeão duas vezes do A Tribuna. É um evento forte, praticamente um paulista amador. Mas para você conseguir competir, você tem que estar bem na escola, se não, não consegue competir", disse.

Victor Bernardo é um dos principais surfistas da nova geração (Foto: Tom Bennett/WSL)

Victor Bernardo

Um dos principais surfistas da nova geração, o guarujaense Victor Bernardo, que está em 98º no ranking do QS, também disputou o A Tribuna de Surf Colegial. "Muitos atletas que estão no circuito hoje em dia, passaram pelo A Tribuna", pontuou em entrevista ao Tribuna Esporte.

Caio Ibelli disputa o CT este ano (Foto: Thomas Bennett/WSL)

Caio Ibelli

Único brasileiro classificado à semifinal em Margaret River, na Austrália, no CT deste ano, Caio Ibelli, de Guarujá, marcou presença, quando mais jovem, no A Tribuna de Surf Colegial. O atleta tem um currículo pesado e já superou grandes nomes do surf mundial, como Gabriel Medina, Jordy Smith e Kelly Slater.

Tudo sobre: