EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

14 de Dezembro de 2019

Marcos Garcia estreia com vitória na casa do rival

Atleta da Paulo Venchiarutti bate Eduardo Alves no Portuários

A 60ª edição do A Tribuna de Tênis teve partidas disputadas nas quadras da Associação Atlética dos Portuários de Santos, ontem. E lá, Marcos Garcia, da Escola de Tennis Paulo Venchiarutti, superou Eduardo Alves, que jogava em casa e com apoio da torcida, por 2 sets 0, pela categoria 35+ Principiante. 

O confronto foi marcado pelo equilíbrio e o desgaste físico devido ao calor. No primeiro set, Garcia parecia estar mais concentrado na partida e preparado para encarar as elevadas temperaturas. Sem tantas dificuldades, venceu por 6 a 2. 

No início do segundo set, Alves corrigiu as falhas e passou a dar trabalho ao oponente, que, pressionado pela melhora do adversário e a pressão da torcida, chegou a ficar atrás após ter o serviço quebrado. 

Apesar da vantagem e da possibilidade de levar o jogo para o tie break, Alves voltou a cometer falhas e acabou derrotado por 6 a 4.

Ao final do confronto, Garcia comemorou o triunfo, mas ressaltou que, além da qualidade de Alves, a pressão da torcida, o calor e o nervosismo pela estreia na edição desse ano fizeram com que ele tivesse altos e baixos. 

“Essa é a minha segunda participação no A Tribuna, mas em toda estreia a gente fica nervoso. Além disso, a pressão da torcida, o sol e o adversário tornaram tudo mais difícil. Ainda assim, consegui controlar o jogo e conquistar a vitória”, disse Garcia, que sonha com a conquista do título. 
“Quero poder jogar todos os meus jogos. Tenho treinado bastante e quero colocar tudo que trabalho em prática. O título é um sonho, pois esse é o principal torneio da Cidade, mas vamos devagar”, acrescentou. 

Em cima da hora

Frustrado pela derrota, Alves reconheceu a qualidade de Garcia, mas admitiu que não se preparou adequadamente para a competição. 

“Não senti tanto o calor, mas não estava preparado para o duelo individual. Tenho disputado mais competições de duplas e só treinei para a chave individual na última hora. E isso pesa. Não consegui fazer uma boa partida, errei muito”, comentou o tenista do Portuários. 

Tudo sobre: