EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

16 de Novembro de 2019

Jogar tênis, a lição de casa dos Ribeiro

Incentivados pelos pais, que também jogam, os irmãos Sofia, Giovanna e Felipe se destacaram no 60º Torneio A Tribuna

Jogar tênis é lição de casa na família dos Andrade Rodrigues Ribeiro. Estimulados pelos pais, os irmãos Sofia, de 14 anos, e os gêmeos Felipe e Giovanna, 11, começaram a praticar desde pequenos e se destacaram no 60º Torneio A Tribuna de Tênis.

Sofia foi campeã na categoria 13/16 anos feminino B; Giovanna, que já havia sido campeã no ano passado, este ano faturou o título na categoria 11/12 anos feminino A. Já Felipe foi o terceiro colocado na 11/12 anos masculino A.

A mais velha, que também joga handebol, se sente mais à vontade em uma quadra de saibro, mas não vê, por enquanto, o tênis em seu horizonte profissional. "Agora não penso nisso, eu treino e jogo por lazer", diz Sofia.

Os mais novos também estão longe de cogitar o assunto. O importante, para eles, é se divertir com os amigos. "Gosto porque tenho um monte de amigos que treina comigo, é um esporte divertido, eu gosto de jogar", explica Felipe.

Giovanna compartilha da opinião do irmão neste aspecto e, assim como ele, elege o suíço Roger Federer como o melhor jogador do mundo. A garota, no entanto, não vê semelhanças entre ela e o irmão. "Acho que a gente não é parecido, ele é mais chato (risos)", brinca.

Às vezes, os gêmeos se enfrentam em quadra, em um treininho básico, mas nenhum deles se considera melhor do que o outro. "Não sei quem leva a melhor, às vezes eu ganho, às vezes ela ganha", aponta Felipe. "A gente é do mesmo nível", garante Giovanna.

Aprendizado para a vida

Mãe do trio, a servidora pública Patrícia de Andrade Rodrigues Ribeiro, 48, tem no currículo tenístico um título e um vice-campeonato no A Tribuna de Tênis. Este ano, porém, ela e o marido não se inscreveram no torneio. "É muito filho pra administrar a agenda", justifica, bem-humorada.

Na torcida pelos filhos, durante os jogos, ela destacou a relevância da modalidade no dia a dia da família. "O esporte é super importante na vida das crianças. Eles aprendem a conviver, a se frustrar, a conviver com os outros colegas. O tênis é meio que pra vida, porque, querendo ou não, eles estão na quadra sozinhos tomando decisões. Isso como aprendizado também é muito importante".

Tudo sobre: