Tribuna do leitor - 24 de outubro de 2020

Participaram desta edição Maria Martins, Augusto Rodrigues, Wagner Guardia, Arnaldo Correa, Luiz Godoi e Roberto Silva

Antiga casa

Em reportagem publicada neste jornal, vi fotos de imóveis na Vila Belmiro. Fiquei surpresa ao identificar minha antiga casa, toda pintada de amarelo, na esquina da rua Mariz de Barros com rua Tiradentes. Morei ali muitos anos de minha vida, até 1960, quando saí para me casar. Lembranças vieram à tona, principalmente, sobre as atividades esportivas que praticávamos nas ruas sem movimento, com os amigos de infância. Vivi a Era Pelé, com as vibrações dos jogos na Vila. Meu agradecimento ao jornalista Júnior Batista pela reportagem onde fiquei ciente da parte histórica do surgimento da Vila Belmiro, conhecida hoje como a Vila Famosa.

MARIA REGINA FREIRE MARTINS - SANTOS

Eterno Pelé

Na tarde de 22 de julho de 1956, na flor dos meus 15 anos de idade, eu e meu amigo Pedro Roberto Boutros, ou simplesmente "Pardal", fomos à Vila Belmiro, curiosos, ver mais um dos treinos do Santos F.C. Afinal de contas, o Peixe tinha sido campeão paulista em 1955. À chegada, encostado no alambrado, atrás do túnel por onde entravam e ainda entram no gramado os jogadores, percebemos um menino magrinho, de apelido Gasolina. Momentos depois, endiabrado, no time reserva, aplicou um drible no zagueiro Hélvio Peçanha Moreira, deixando-o estatelado no gramado. Prenúncio de algo que começou nesse dia e terminou, para o Peixe, em numa noite cálida de 1974, antes do final de um jogo contra a Ponte Preta, de Campinas, no mesmo local. Entre essas duas datas, o desfile do talento de um gênio, conhecido em todo o planeta pelo nome de Pelé, primeiro e único, abençoado pelos deuses. Ontem, ele completou 80 anos de idade, representando a nossa cidade de Santos e o Brasil pelos cinco continentes. Pelé é eterno. Afinal, os gênios nunca morrem.

AUGUSTO HENRIQUE RODRIGUES - SANTOS

Três Poderes

Jair Bolsonaro insiste em dizer que não há corrupção em seu governo e afirma que este é formado por ele e seus ministros. Com décadas de vida parlamentar, ele ainda não percebeu que o governo do país é constituído pelos Três Poderes? E já que ele comentou sobre os ministros, alguns têm históricos bem questionáveis.

WAGNER FERNANDES GUARDIA - SÃO VICENTE

Capitão de araque

Fosse o Brasil um país minimamente sério, Bolsonaro já teria sido defenestrado pelas vias legais do Palácio do Planalto. Comportando-se claramente como uma pessoa desequilibrada, o presidente seja por ciúme, maldade, ignorância ou insensibilidade às que perderam seus entes queridos, proíbe a importação da vacina chinesa, produzida em parceria com o centenário e respeitado Instituto Butantã, enquanto mais de 85% dos brasileiros estão dispostos a se vacinar contra a Covid-19. Bolsonaro pensa apenas na reeleição e, para isso, às favas com a saúde pública. Quando pensávamos que nada poderia ser pior para o Brasil depois dos desastrosos anos petistas, agora, nos vemos num mato sem cachorro, comandados por um capitão de araque.

ARNALDO LUIZ CORREA - SANTOS

Freud explica

Infelizmente, ainda que muitos não consigam entender, a maioria do eleitorado brasileiro, pensando salvar o País da corrupção, acabou por revelar uma experiência psiquiátrica: rachadinha e poupança nadegal não são fenômenos da política, mas, da libido.

LUIZ CARLOS GOMES GODOI - SANTOS

Infame perseguição 

O jornalista Irineu Ramos, em artigo publicado neste jornal, só esqueceu de informar aos leitores a enorme colaboração e cumplicidade da Igreja Católica Cristã com os regimes ditatoriais do Chile e da Argentina. Emudeceu diante das torturas. Agora, o jornalista está correto em afirmar que realmente existe e persiste uma infame perseguição aos cristãos em várias partes do mundo, já denunciadas, inclusive, pela Anistia Internacional. Só não nos esqueçamos que os senhores Jorge Rafael Videla e Augusto Pinochet eram cristãos fervorosos, se confessavam regularmente e eram perdoados, também regularmente, pela Igreja Católica Apostólica Romana.

ROBERTO LUIZ RUFO E SILVA - SANTOS

Tudo sobre:
 
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.