EDIÇÃO DIGITAL

Quinta-feira

6 de Agosto de 2020

Tribuna do Leitor - 23 de junho de 2020

Nesta terça-feira, participações de Uriel Villas Boas, Gualter Cardoso de Souza, Horácio de Souza Lopes, Rosália Helena Garcia Bonsegno, Jairo Albrecht Coutinho e Paulo Sérgio de Souza

Retomada de produção

A nossa Região passa por sérios problemas, que não se resumem apenas à pandemia. O desemprego atinge nível preocupante, com perspectivas bem desfavoráveis, como no caso dos petroleiros e siderúrgicos. O número de trabalhadores terceirizados nessas categorias também é fonte de preocupação. Precisamos de ampla mobilização, envolvendo o empresariado, o movimento sindical, o sistema universitário, os poderes municipais, estaduais e federais. Enfim, todos os segmentos da sociedade que possam discutir e propor alternativas. Apenas, como exemplo, a região precisa de mais de 100 mil moradias populares. A Usiminas implementou, há alguns anos, a construção habitacional usando aço nas estruturas. Por que não buscar a retomada dessa iniciativa? A produção de aço com esse fim, manteria empregos e teria reflexos positivos nos impostos e na economia. O momento é agora.

Uriel Villas Boas - Santos 

Interesses diversos

O Brasil ainda caminha a passos lentos apesar de tantos presidentes, com orientações políticas diversas, terem passado pela Presidência da República. Jânio Quadros costumava afirmar que o Brasil, na verdade, era governado por forças ocultas. Entenda-se por forças ocultas os grandes empresários e os conchavos políticos. Não foi à toa que Jânio renunciou. Trocam-se as peças da engrenagem, mas os problemas continuam iguais, porque é impraticável a mudança de normas de governo e de medidas econômicas que não atendam a interesses outros. Óbvio que não são os do povo brasileiro. 

Gualter Cardoso de Souza - Santos

Sinalização

Agradecemos à CET/Santos pelo pronto atendimento a nossa solicitação, feita através de alerta publicado nesta coluna, sobre vaga zebrada sem identificação de estacionamento proibido, pintada na esquina da Av. Bartolomeu de Gusmão com a Rua Oswaldo Cochrane. A CET refez a pintura, sinalizando vaga para motos no local, que era necessária nas imediações, para evitar que estacionamento de motos entre os carros.

Horácio de Souza Lopes - Santos

Museu

A atual presidência do Instituto Histórico e Geográfico de Santos está de parabéns devido a reforma e possível transformação dessa casa em museu. Sou filha, irmã e esposa de jornalista que atuou nesse jornal nas décadas de 1950 e 60. Conheci Patrícia Galvão e Geraldo Ferraz quando eu era adolescente. Fui amiga de Odete e Chico Martins dos Santos e, hoje, mantenho contato com Carolina Ramos e com tantas outras pessoas que lutam pela Cultura em Santos. A nossa cidade merece um museu à altura da sua importância histórica.

Rosália Helena Garcia Bonsegno - Santos

Traabalho sério

Após ter enviado carta para a coluna Do Leitor, referente a uma divergência com a CPFL para substituição do relógio de luz, fui contatado pelo jornal, que fez a conexão com a empresa, e o problema foi solucionado. Isto foi possível graças a respeitabilidade que o jornal A Tribuna goza e a atenção de seus profissionais. Do lado da CPFL, graças ao profissionalismo de seus representantes, que de imediato fizeram contato e providenciaram a substituição do aparelho. Agradeço a ambos.

Jairo Albrecht Coutinho - São Vicente

Responsabilidade Social

Infelizmente, essa pandemia chegou, acabando com a paz de todos e ressaltando as desigualdades sociais. Cresceu o número de pessoas em condições de fragilidade social. Muitos estão necessitando de ajuda. Portanto, neste momento extremamente difícil, é importante termos consciência da nossa responsabilidade social. Não apenas empresas podem ajudar a minimizar a dor de quem não tem o que comer. Muitos de nós também podem fazer o mesmo. Disse o apóstolo Pedro "Não tenho prata, nem ouro, mas o que tenho, isso te dou!"

Paulo Sérgio de Souza - Santos

Tudo sobre:
 
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.