Tribuna do Leitor - 21 de outubro de 2020

Participaram desta edição Sabesp, Marco Aurélio Rossi, Karina da Silva, J.A. de Sá, Aluísio Costa e Wilson Verta

Resposta da Sabesp

Em atenção à carta do leitor Sergio Fang, a Sabesp informa que da publicação reforçou as inspeções neste trecho da orla de Santos, onde não foi identificada nenhuma irregularidade no funcionamento do sistema de esgotamento sanitário existente. O monitoramento foi reforçado. A Empresa se coloca à disposição da população, durante 24 horas, para que qualquer ocorrência possa ser registrada imediatamente, buscando diagnosticá-la e solucioná-la o quanto antes. A população pode entrar em contato com a Sabesp a qualquer momento, pela Central de Atendimento, nos telefones 0800 0550195 ou 195 (ligação gratuita). Ou ainda pela Agência Virtual no www.sabesp.com.br ou no aplicativo para celulares e tablets IOS ou Android, que permite enviar fotos da ocorrência.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA SABESP - BAIXADA SANTISTA

Roleta russa

Faixa Viva existe para dar preferência aos pedestres em uma travessia onde não há semáforos, conforme diz o art. 70 do Código de Trânsito Brasileiro. Infelizmente, neste país do faz de conta, existem leis, mas falta fiscalização das autoridades. Em São Vicente, é uma roleta russa para quem precisa atravessar em uma Faixa Viva, principalmente, na esquina da Avenida Antônio Rodrigues com a Rua Gonçalo Monteiro. O prefeito deveria determinar à CET e à Guarda Municipal que fiscalizem e multem os motoristas que não respeitam as faixas vivas e jogam os carros para cima dos pedestres.

MARCO AURÉLIO ROSSI - SÃO VICENTE

Aglomeração

Em todos os finais de semana, se formam aglomerações nas praias de Guarujá. Os trabalhadores não conseguem chegar em casa no horário de costume porque o trânsito está parado, os ônibus ficam extremamente cheios e as lojas de shopping lotadas. Isso preocupa muito, pois é evidente que as pessoas esqueceram que ainda estamos em uma pandemia. Como se isso não bastasse, frequentemente, tem acontecido pancadão ou baile funk em alguns bairros, como Vila Edna e "Favelinha," onde encontramos jovens aglomerados, sem máscara, sem usar álcool em gel, expondo-se à Covid-19.

KARINA DOS SANTOS MARQUES DA SILVA - GUARUJÁ

Grande atração

Ao ar livre e à disposição de santistas e turistas, o mural da fachada do Santos Convention Center é uma das grandes atrações da Nova Ponta da Praia. O desenho grafitado em uma parede de 800 metros quadrados, pelo renomado muralista Eduardo Kobra, representa uma criatividade que extrapola todas as emoções. Dentro do desenho da mureta, um dos símbolos da cidade de Santos, a representação do nosso porto, do rei Pelé, da bolsa do café e do saudoso bonde sensibiliza cada apreciador, principalmente os santistas. Aos idealizadores, o nosso reconhecimento pelo grande feito.

J.A. NOGUEIRA DE SÁ - SANTOS

Belo exemplo

Com orgulho, li a reportagem Comunidade em Ação - Pela destinação correta das vidas, que mostra uma mulher idealista projetando a Locomotiva do Bem, logo depois de concluir sua pós-graduação em Gestão de Organizações Sociais. Parabenizo essa grande idealizadora, Talita Guandalini, que, sem cunho político e com visão extraordinária da vida, conseguiu direcionar pessoas necessitadas para uma ocupação lícita, transformando-as em pessoas dignas e com civilidade. Belo exemplo! Boa oportunidade para os políticos da nossa região melhorarem as condições dos catadores de recicláveis e dar-lhes um pouco de dignidade e cidadania.

ALUÍSIO FERREIRA COSTA - SANTOS

Reflexão

Assisti na TV, recentemente, um jovem chorando porque a mãe morreu de Covid-19, quando ajudava idosos desamparados. Não entendi. Sabemos que Deus é amor. Será que isso aconteceu porque somos coniventes com a edificação de favelas e palafitas e com o descontrole da constituição da família? Somos candidatos do povo sem conhecimento, educação e formação; sem planejamento e proteção da nossa morada universal, que vive sufocada por poluição, lixo, falta de controle ambiental, ganância e tantos outros. E, principalmente, temos a inexistência do bem viver em família, com amor, companheirismo e respeito. Vamos aproveitar este confinamento e refletir. Vamos mudar!

WILSON VERTA - SANTOS

 

Tudo sobre:
 
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.