Tribuna do Leitor - 15 de outubro de 2020

Participaram desta edição Karina Silva, João Caramez, Ellen Hernandez, Carlos Sulzer, Juan Filho e Braz Antunes

Luta diária

Hoje, 15 de outubro, é comemorado o Dia dos Professores, profissionais que lutam diariamente, nesta pandemia, para passar o melhor conteúdo através das aulas remotas. E não podemos esquecer e lamentar o que esses profissionais passavam nas aulas presenciais. Em 2019, no estado de São Paulo, 90% conhecem casos de agressão verbal e física contra outros professores nas salas de aula. Os alunos têm ficado cada vez mais violentos, demonstrando essa realidade em bullying e nos ataques registrados aos professores. Na frase do Papa Bento XVI "os jovens são o futuro da humanidade e as esperanças das nações". Isso nos preocupa muito a respeito dos jovens no Brasil. 

KARINA DOS SANTOS MARQUES DA SILVA - GUARUJÁ 

Professora Helley

Em 05/10/2017, Damião Soares dos Santos, segurança do Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente, em Janaúba (MG), chegou para trabalhar na creche com um galão de álcool e ateou fogo em uma funcionária, em crianças e nele mesmo, trancando a porta da sala de aula. Corajosamente, a professora Helley de Abreu Silva Batista lutou com ele e começou a tirar as crianças do local pela janela. Helley salvou muitas crianças. É em nome dessa guerreira que, neste dia, presto homenagens a todas as professoras, desejando saúde, paz e prosperidade. "Na construção de nosso conhecimento, os livros são tijolos e os professores são os pedreiros "(Jonathan Fonseca).

JOÃO HORÁCIO CARAMEZ - SANTOS 

Mais reflexão

E chegamos ao dia 15 de outubro, quando alguns ainda lembram como Dia dos Professores. É o dia desses humanistas, que resistem e tentam lembrar, em meio a tudo que está ocorrendo, que ainda somos humanos. Terrivelmente humanos. Como professora, quero tratar este dia não como de comemoração, mas como de reflexão. Que caminho escolhemos? De tanta obscuridade e desumanidade, o que restará? O que somos nós em uma realidade tão absurdamente desumana?

ELLEN CÁSSIA MENDES HERNANDEZ - SANTOS

Denúncia

O Grupo Tribuna começou a divulgar os depoimentos dos candidatos à Prefeitura de Santos. O candidato do PT disse que, se eleito, irá equipar adequadamente a GM, uma vez que, atualmente, os coletes estão vencidos e equipamentos danificados, sem condições de uso. Se essa denúncia for verdadeira, cabe a atual gestão da Prefeitura esclarecer o assunto. Se for fake news, que se mate o mal pela raiz, e não seja permitido que distorçam a informação para o eleitor nesses debates.

CARLOS SULZER - SANTOS

Nova rota

Uma sequência de atitudes e afirmações repugnantes vêm do prepotente ministro Marco Aurélio Mello que, com seu atrevido e irônico sorriso, debocha das pessoas de bem e do povo brasileiro. Sua decisão de soltar André do Rap, um dos chefes e principais traficantes do PCC, com condenações que chegam a 25 anos de prisão, baseado em lei esdrúxula, torna-o indigno de vestir a toga já utilizada por grandes ministros e mestres do Direito. Lojas, revendas, restaurantes e magazines são utilizados para lavar dinheiro sujo. Só o senhor Mello, com dois elles de triste lembrança, em cima do seu pedestal, desconhece o fato. Apesar dos autos. Havia forma legal de se impedir essa monstruosidade. Outro traficante, comparsa de André do Rap, pede liberdade, por extensão de soltura. Provavelmente, Mello atenderá em nome da legalidade, criando assim uma nova rota no país. A rota da liberdade de criminosos. Pobre Brasil.

JUAN MANUEL VILLARNOBO FILHO - SANTOS

Gilberto Mendes

Fiquei muito feliz em ler a excelente reportagem de A Tribuna sobre a segunda edição da Semana Cultural Gilberto Mendes. Tenho a honra de ser o autor da lei que criou o evento cultural em homenagem a um dos maiores nomes da música contemporânea do Brasil e do mundo, a partir da solicitação da classe artística e cultural de Santos. Preservar a memória de Gilberto Mendes é homenagear todos os artistas de nossa Cidade. Viva Gilberto Mendes!

BRAZ ANTUNES - SANTOS

 

 

Tudo sobre:
 
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.