Tribuna do Leitor - 13 de agosto de 2020

Na edição desta quinta-feira (13), participações de Orlando Machado, Algirdas Emilio Sipavicius, Ricardo Gama, Obed Zelinschi de Arruda e Atendimento Secom da Prefeitura Municipal de Santos

Cargas perigosas

Louvável e necessária a iniciativa do Ibama convocando todas as autoridades do setor para fazer um rastreamento no armazenamento de cargas perigosas no Porto de Santos, conforme publicado em A Tribuna. O que se espera é que o lamentável e trágico incêndio ocorrido no Líbano sirva de alerta para que rígidas e urgentes providências sejam postas em prática no armazenamento de cargas desse tipo em nosso cais. Geralmente, quando acontece uma tragédia dessas proporções, todos procuram se prevenir e muito se comenta sobre o assunto, mas passado algum tempo, tudo cai no esquecimento. Um bom exemplo é lembrado pela agente ambiental federal, Ana Angélica, sobre os 115 cilindros com produtos químicos que ficaram esquecidos durante 22 anos no cais santista. Que medidas eficientes sejam adotadas para garantia e segurança do povo de nossa Região.
Orlando Machado - Santos

Fumaça irresponsável

Assisti ao jogo do Corinthians. De modo irresponsável, queimaram milhares de fogos, gerando poluição desnecessária. Senhores dirigentes, por favor, usem fogos eletrônicos. Luzes maravilhosas. Nos preocupamos com incêndio nas florestas e fazemos poluição gratuita. Sempre que possível, devemos evitar fogo em lixo, folhas e os fogos de artifício. A soma de milhões de fumacinhas inúteis estraga o meio ambiente.
Algirdas Emilio Sipavicius - Santos

Obra questionada

A Sabesp está com uma obra há mais de 60 dias na esquina da avenida da Praia com a Conselheiro Nébias. Só passa um carro por vez, o que gera grande congestionamento durante todo o dia e nos horários de pico, uma vez que o trânsito já voltou ao normal em toda a cidade. O estranho é que no local não existe nenhuma placa dizendo o que está sendo feito, o prazo para conclusão e nem o valor dessa obra. Com a palavra os responsáveis.
Ricardo Gama - Santos

Roda Viva

O programa Roda Viva, da TV Cultura, é muito importante da televisão brasileira há mais de três décadas. O formato de entrevista proporciona aos telespectadores grande informação porque os convidados são personalidades dos mais diversos setores da sociedade. A jornalista Arminda Augusto, editora-chefe do jornal A Tribuna, fez parte da bancada de entrevistadores da secretária do Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, Patrícia Ellen, e, com perguntas pertinentes, questionou as cotas destinadas à Baixada Santista. Sua firmeza ao tratar das verbas do Dade, problemas com a Usiminas e Vale do Ribeira foram interessantes e abrangentes. Por outro lado, a secretária demonstrou grande capacidade de conhecimento da Região e acredito que, em breve, haverá tratamento correto e justo com a Baixada Santista. Parabéns ao jornal A Tribuna pelos seus competentes profissionais.
Obed Zelinschi de Arruda - Santos

Resposta

Em resposta à carta do Grupo de Proteção da Família e Cidadania de Santos, a Prefeitura esclarece que a audiência pública virtual, realizada no último dia 31, com a participação de mais de 180 pessoas, teve como objetivo apresentar e discutir o Estudo Prévio de Impacto de Vizinhança (EIV), que trata da implantação de uma Unidade de Recuperação de Energia (URE), na Área Continental de Santos. Devido à necessidade de distanciamento social, por causa da pandemia da Covid-19, a audiência ocorreu por meio de videoconferência, formato amplamente usado pelo Poder Público, inclusive, com respaldo do Supremo Tribunal Federal, em decisão proferida pelo ministro Dias Tóffoli (em 17/07/20). A Prefeitura destaca, ainda, que conforme a Lei Complementar 793/2013, além do EIV e suas eventuais compensações e mitiga-ções, são exigidas também pelo Poder Público licenças de obras e de funcionamento, se for o caso. Cabe ressaltar, portanto, que uma eventual aprovação da referida proposta ainda depende da obtenção, por parte do empreendedor, de todas as licenças emitidas pelas três esferas de governo, conforme as legislações vigentes.
Atendimento Secom da Prefeitura Municipal de Santos

Tudo sobre:
 
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.