EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

15 de Agosto de 2020

Tribuna do Leitor - 10 de junho de 2020

Na edição desta quarta-feira (10), participações de Uriel Villas Boas, José da Conceição de Abreu, Grupo de Proteção da Família e da Cidadania, Sergio da Rocha Soares Filho, João Horácio Caramez e Edgard G. Villarinho

Inadmissível

Sérgio Camargo, presidente da Fundação Palmares, entidade criada para dar apoio aos brasileiros negros, tem a desfaçatez de falar que o movimento negro é “escória maldita, que abriga vagabundos”. Isso em um momento em que são feitas várias manifestações nos Estados Unidos e em outros países contra o assassinato de um americano negro por um policial branco. Seja qual for a raça desse senhor, nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro, ele precisa ter um comportamento adequado, não apenas em relação ao cargo, mas, como ser humano. É inadmissível esse procedimento.
Uriel Villas Boas - Santos

Mesquitinha

Grande amigo e irmão, alegre, atencioso. Não existem perdas, mas ausências. A partida de Alcides Mesquita, Coordenador de Teatros da Secult, marca seu retorno à Espiritualidade. Não sabemos sua trajetória dentro da Prefeitura ou da própria Secult, mas pelos anos de convivência na ocupação dos teatros Braz Cubas e Coliseu, podemos afirmar que devemos muito a ele. Sim, devemos e muito mesmo. Mantinha unida sua equipe da Coordenação de Teatros, que muito facilitava a produção de nossos espetáculos com a temática espírita. Com certeza, os amigos e benfeitores espirituais o acolheram pelo bem que semeou. Por isso não ficamos tristes, saudosos talvez, mas certos de que um amigo retornou a sua morada verdadeira, tendo deixado muitos amigos em sua trajetória de vida. Amigos que, como eu, vão sempre lembrá-lo em suas orações.
José da Conceição de Abreu - Santos

Ensino a distância

Diante do significativo número de mortes, da quantidade de pessoas internadas em UTI e da falta total de segurança para os estudantes de todos os níveis, inclusive os universitários, pedimos que as aulas continuem a distância durante todo este ano letivo de 2020. Também estamos solicitando ao gabinete do governador do Estado de São Paulo que todos os cultos e atividades religiosas, culturais, artísticas, shows, eventos, até mesmo o carnaval de 2021, sejam todos a distância, sem nenhum tipo de aglomeração. A deficiência do transporte público, com superlotação em muitas linhas, também corrobora a necessidade de se manter aulas e demais atividades a distância durante todo este final de ano, garantindo saúde e mais qualidade de vida a todos.
Grupo de Proteção da Família e da Cidadania - Santos

Politicando

Gente, é preciso retirar os antolhos e não resumir a política somente entre Messias e Inácio. Até porque Maia, Alcolumbre e amigos têm a maior parte do poder. Aconselho a quem quiser se politizar, começar pelo conhecimento dos projetos que vereadores, deputados e senadores enviam para aprovação. A partir daí, sim, veremos que tudo começa pela base. É isso aí!
Sergio da Rocha Soares Filho - Santos

Zumbis do celular

Muito se fala sobre o problema da distração ao volante devido ao uso do celular. Mas, também é importante ressaltar a distração das pessoas que fazem uso do celular enquanto caminham pelas ruas, com consequências desastrosas muitas vezes. Todos nós vimos quando alguém olha para baixo para enviar mensagens, tuitar, ler ou jogar no celular e "sai dos trilhos", dando um encontrão nos que estão andando em linha reta. O fato é muito comum entre pessoas jovens. Eu imaginava que zumbis fossem coisa de cinema, mas notei agora que estamos rodeados por eles. Cruz credo!
João Horácio Caramez - Santos

Correção absurda

Acabo de receber da Receita Federal cobrança da já completamente questionável, injusta e anacrônica, Taxa de Ocupação 2020, majorada em 21,55% em relação ao ano passado. Pergunto para nossos representantes legislativos e aos cidadãos para quem o governo trabalha, se no meio de grave crise, com pessoas morrendo, empresas e pessoas falindo, impõe uma correção absurdamente acima da inflação?
Edgard G. Villarinho - Santos

 

Tudo sobre:
 
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.