EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

28 de Fevereiro de 2020

Rosana Valle

É deputada federal (PSB/SP), jornalista e escritora. Foi repórter da TV Tribuna por 25 anos e por 18 apresentadora e editora do programa Rota do Sol. Já fez reportagens em mais de 30 países e é autora de dois livros sobre o turismo regional e internacional. Rosana iniciou seu mandato em 2019 e é membro titular das Comissões de Viação e Transportes e Direito das Mulheres

O estudante faz a Lei!

Projetos serão avaliados e se estiverem juridicamente aptos poderão ser protocolados no Congresso Nacional.

Como jornalista, contei centenas de histórias de estudantes em nossa região, no Brasil e no mundo. Quando assumi, pensei em um projeto que encorasse e estimulasse o engajamento de jovens universitários na vida política do País. Foi assim que eu criei o programa “O Estudante Faz a Lei”.

Iniciando o projeto piloto, entrei em contato com os coordenadores dos cursos de direito de universidades de Santos. 

Inicialmente conversamos com os diretores e formatamos a ideia central: incentivar e dar subsídios para os estudantes criarem Projetos de Lei (PLs) sobre vários temas.

Esses projetos serão avaliados e se estiverem juridicamente aptos poderão ser protocolados no Congresso Nacional. 

No último dia 13 (sexta-feira), recebi estudantes da UNIP e do Centro Universitário São Judas (Unimonte). 

Eles apresentaram suas sugestões nas áreas da saúde, educação, meio ambiente, causa animal e cidadania.

Conversamos bastante sobre leis e o Congresso Nacional, e ao fim entreguei um certificado de participação a 15 alunos.

Vou levar esses projetos para Brasília e se o corpo jurídico da Câmara Federal irá julga-los procedentes, eles poderão ser protocolados e levados posteriormente para votação nas comissões e em plenário. 

Outras universidades santistas como a Unisanta, UNIMES, ESAMC e UNISANTOS também poderão apresentar sugestões no ano de 2020. 

No inicio do próximo ano letivo vou levar o projeto “O Estudante Faz a Lei” para outras faculdades de direito da Baixada Santista e para o Centro Universitário do Vale do Ribeira. 

A paixão desses estudantes lembrou meu tempo de aluna do curso de jornalismo. Senti ao final dessas etapas que essa mesma paixão ainda está muito viva em mim. 

Percebi como é importante essa troca de informações e possibilidades que a vida acadêmica pode proporcionar. Assim como os estudantes, também quero fazer minha parte para mudar o Brasil.

Tudo sobre:
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.